Santos para na trave, leva gol no fim e perde para o Atlético-PR

O Peixe teve bom primeiro tempo na Arena da Baixada, com duas bolas na trave, mas caiu de produção no fim e viu sequência de vitórias chegar ao fim

Comentar
Compartilhar
18 JUN 2016Por Diário do Litoral20h03
O Santos não conseguiu chegar à quarta vitória seguida no Brasileirão e voltou a ser derrotado fora de casaO Santos não conseguiu chegar à quarta vitória seguida no Brasileirão e voltou a ser derrotado fora de casaFoto: Cleber Yamaguchi/Eleven/Folhapress

O Santos não conseguiu chegar à quarta vitória seguida no Brasileirão e voltou a ser derrotado fora de casa. Desta vez o revés foi diante do Atlético-PR, que marcou nos minutos finais da partida e decretou vitória por 1 a 0, ontem, na Arena da Baixada, pela nona rodada. O gol foi marcado pelo zagueiro Paulo André.

O tento anotado nos minutos finais da partida caiu como um balde de água fria ao Alvinegro, que foi dominante na primeira etapa e esteve bem próximo do gol em duas oportunidades. Após chute à longa distância, o meia Vitor Bueno acertou a trave do goleiro Weverton, enquanto o atacante Gabriel, em bonito lance, tentou encobrir o arqueiro paranaense, mas parou no travessão.

Nos 45 minutos finais, no entanto, o Peixe caiu de produção e pouco conseguiu criar, sentindo a ausência do meia Lucas Lima, fora da partida por mau condicionamento físico. O Furacão, por sua vez, cresceu no confronto, pressionou a equipe da Vila Belmiro e chegou ao gol da vitória aos 43 minutos, em cobrança de escanteio.

Com o resultado negativo, a equipe do técnico Dorival Júnior permanece com 13 pontos na tabela de classificação e perde a oportunidade se aproximar ainda mais dos líderes do campeonato. O Peixe dorme no G-4, mas deve ser ultrapassado pelos rivais, hoje. Ao todo, seis clubes podem ultrapassá-lo neste final de semana.

Na próxima rodada, o Santos encara o Fluminense. O jogo será realizado na quarta-feira, às 21h45, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espirito Santo. Já o Atlético-PR encara o Chapecoense um pouco mais cedo, às 19h30, na Arena Condá.