Santos fica no empate em Bogotá e mantém liderança no Grupo 2

Em jogo sonolento, o Peixe foi pouco ameaçado, mas também não teve ambição para buscar primeira vitória fora de casa; O meia Jean Mota foi expulso no fim do jogo

Comentar
Compartilhar
19 ABR 2017Por Diário do Litoral23h50
Bruno Henrique foi o jogador mais perigoso do Santos na partidaFoto: Associated Press

Após eliminação no Campeonato Paulista e longo período de preparação, o Santos voltou a campo na noite da última quarta-feira, em Bogotá, na Colômbia, e ficou apenas no empate sonolento com o Independiente Santa Fé, por 0 a 0, em partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Bem estruturado defensivamente e sem sofrer grandes perigos, o Peixe não teve ambição para buscar a vitória e pareceu estar satisfeito com o seu segundo empate fora de casa.

A única boa oportunidade do Peixe saiu dos pés do lateral-direito Vitor Ferraz, aos 30 minutos do segundo tempo. Após receber passe de Lucas Lima na pequena área, ele chutou travado e a bola bateu na trave.

O atacante Bruno Henrique, com boas jogadas individuais, também foi bem, assim como o volante Renato, que levou certo perigo em chutes à longa distância.

Do lado do Santa Fé, a melhor chance foi criada com o atacante Ceta, em cabeceio, aos 44 minutos da segunda etapa. Nesta altura, o Peixe já estava com um a menos - o meia Jean Mota, que substituiu o lesionado Zeca, foi expulso.

O resultado deixa o Alvinegro na liderança do Grupo 2, com cinco pontos ganhos, um a mais que o Santa Fé e o The Strongest (BOL), segundo e terceiro colocados, respectivamente. O Sporting Cristal (PER) é o lanterna, com dois pontos.

O Peixe volta a campo apenas no próximo dia 04, contra o o Santa Fé, no Pacaembu. Caso seja sorteado pela CBF, nesta quinta-feira, o Santos poderá atuar antes, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. As datas ainda serão definidas.