X
Esportes

Santos FC lamenta o falecimento de Geraldino, campeão da Libertadores e do Mundial Interclubes

O ex-lateral esquerdo jogou no Peixe no período de 1963 a 1968, em 212 partidas com dois gols marcados.

A última vez que defendeu as cores do Santos FC foi no dia 12 de julho de 1968, na derrota diante do New York Generals / Assessoria de Imprensa/Santos F.C.

O Santos FC lamenta o falecimento de Geraldino, campeão da Libertadores da América e do Mundial Interclubes em 1963. O ex-lateral esquerdo jogou no Peixe no período de 1963 a 1968, em 212 partidas com dois gols marcados.

Também foi tricampeão brasileiro, em 1963-1964-1965. Conquistou os títulos de Campeão Paulista nos anos de 1964/65/67 e 68, além de campeão do Torneio Rio-São Paulo nos anos de 1964 e 66. O velório será a partir das 18 horas deste sábado (30), na Beneficência Portuguesa, em Santos.

Geraldo Antônio Martins nasceu no dia 11 de janeiro de 1940, na cidade mineira de Raposo e foi contratado junto ao Cruzeiro de Belo Horizonte, onde despontou para o futebol brasileiro.

Geraldino, que tinha no elenco santista o apelido de Padre, jogou sua primeira partida com a camisa do Peixe no dia 25 de maio de 1963, em partida amistosa disputada na França, no empate em 1 a 1 diante da equipe do FK Partizan da Sérvia.

A última vez que defendeu as cores do Santos FC foi no dia 12 de julho de 1968, na derrota diante do New York Generals no Yankee Stadium em Nova York nos Estados Unidos em partida amistosa.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Baixada

PM aborda negro em carro de luxo e aponta arma para ele na balsa entre Santos e Guarujá

O cantor lírico ocupava o banco do motorista de seu carro da marca Jeep, considerada de alto padrão, quando um policial apontou uma arma para o seu rosto e ordenou que ele descesse do automóvel, com as mãos erguidas

Eleições 2022

Moro quer retomar itens do pacote anticrime em reforma do Judiciário

Entre as ideias debatidas, estão o reforço de orientações à Advocacia-Geral da União para evitar recursos excessivos em processos, a criação de uma arbitragem para costurar acordos com devedores de impostos e até mesmo a restrição da Justiça gratuita

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software