Santos diz estar próximo de fechar o patrocínio master da camisa

Fernando Montanha, gerente de marketing do clube, prevê que antes do fim do ano o clube vai acertar com uma empresa para estampar a marca nas costas e peito da camisa do time

Comentar
Compartilhar
25 NOV 201319h51

O Santos não tem mais Neymar, não sabe quem será o novo treinador e está fora da Copa Libertadores de 2014, mas o quadro não é tão desesperador quanto parece. Pelo menos na visão do novo gerente de marketing, o publicitário Fernando Montanha. Depois de renovar os contratos menores de patrocínio, com a Corr Plastik e a Minds (escola de idiomas), ele prevê que antes do fim do ano o clube vai acertar com uma empresa para estampar a marca nas costas e peito da camisa do time na próxima temporada.

"Há algumas empresas interessadas e espero assinar o contrato até o fim de dezembro", afirmou Montanha. Embora não informe o número de empresas com as quais negocia e nem o valor pedido pelos espaços, em respeito ao compromisso de confidencialidade, o dirigente admite que as tratativas estão levando em conta a nova realidade do time.

O último patrocinador master do Santos foi o Banco BMG, que além de ter sido o parceiro do clube na contratação do meia Montillo, do Cruzeiro, por R$ 16 milhões e mais os direitos do volante Henrique, pretendia continuar na camisa, mas não renovou o contrato por não concordar com o alto valor exigido pelo clube - aproximadamente R$ 25 milhões por um ano. Teria havido entendimentos preliminares com a Caixa Econômica Federal, que também considerou exagerada a pretensão santista. Outro entrave foi a incerteza com relação à permanência de Neymar. Sem o craque no time, o valor despenca.

O último patrocinador master do Santos foi o Banco BMG (Foto: Divulgação/kitsdesigner.blogspot.com)

Dificilmente o novo patrocinador da camisa santista será um banco, como a Caixa Econômica Federal. A estratégia do marketing do clube foi buscar os concorrentes dos patrocinadores da seleção brasileira e da Copa do Mundo. De acordo com Montanha, o que tem facilitado as negociações é a certeza do retorno. "Basta lembrar o sucesso obtido pelos últimos patrocinadores master do Santos. Além disso, o mercado sabe que se trata de uma marca forte e com baixa rejeição", afirmou. A explicação de Montanha para o Santos não ter conseguir patrocinadores pontuais é que os jogos do time não são exibidos pela televisão aberta.

Desfalque

O Santos retornou nesta segunda-feira de Presidente Prudente (SP) e a comissão técnica deu folga aos jogadores até a tarde desta terça. Arouca recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 contra o Fluminense, no último domingo, e desfalca o time na 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo, em São José do Rio Preto (SP), diante do Atlético Paranaense. Alison, que sentiu um incômodo muscular e foi substituído, vai passar por exames para saber se terá condições para atuar.