Santos demite técnico Marcos Soares e tenta reestruturação na base

Após fraca campanha na Copinha, o presidente Modesto Roma Júnior demitiu o técnico da equipe sub-20 e planeja reformulação na base

Comentar
Compartilhar
18 JAN 2017Por Diário do Litoral17h39
Após a demissão de Marcos Soares, a diretoria do Santos acertou com Aarão AlvesFoto: Divulgação/Santos FC

O presidente Modesto Roma Júnior quer realizar uma reestruturação nas categorias de base do clube. Incomodado com os recentes resultados da equipe sub-20, sobretudo em relação ao mau desempenho na Copa São Paulo 2017, o mandatário demitiu o técnico Marcos Soares, nesta quarta-feira, e deve fazer uma reunião com os responsáveis pelos Meninos da Vila.

Tricampeão da Copinha e responsável por revelar grandes craques do futebol brasileiro, como Neymar, Robinho, Ganso, Diego & Cia., o Peixe entende que precisa alterar o planejamento da base para colher novos frutos. A mudança passa por um novo comando técnico, aumento na busca por jovens revelações pelo Brasil e reestruturação das condições de treino dos atletas.

A primeira mudança já aconteceu. Após a demissão de Marcos Soares, a diretoria do Santos acertou com Aarão Alves, que vinha fazendo um bom trabalho na equipe sub-17. Ele é filho de Manoel Maria, ponta-direita que integrou o vitorioso Alvinegro Praiano nos anos 60. O novo treinador tem amizade com o Pelé e chegou à Vila Belmiro com indicação do Rei do Futebol.

Nos próximos meses, o Santos promete dar continuidade ao projeto de reestruturação. Alguns jovens, que estão se destacando nesta edição da Copinha, estão sendo observado e podem ser contratados para o restante da temporada.

No momento, 15 jogadores revelados pelo clube estão sendo aproveitados pelo técnico Dorival Júnior na equipe principal. O Matheus Oliveira e o atacante Arthur Gomes foram os últimos a ganharem oportunidade. Eles já vinham treinando com o time profissional no último ano e devem ser aproveitados ao longo desta temporada.