Santos confia em autoridade de Elano e atenção aos jogadores da base

Há tempos a diretoria escuta o jogador em relação ao elenco e, inclusive, para realizar contratações

Comentar
Compartilhar
01 NOV 2017Por Folhapress14h01
Elano iniciou nesta semana o seu trabalho como técnico do SantosFoto: Divulgação/Santos FC

Após demissão de Levir Culpi, Elano iniciou nesta semana o seu trabalho como técnico do Santos, que terá duração pelo menos até o fim desta temporada. O ex-meia é uma espécie de "treinador da diretoria". Explica-se: o auxiliar fixo do clube paulista é tratado pelos dirigentes santistas como um especialista no assunto futebol. Há tempos a diretoria escuta o jogador em relação ao elenco e, inclusive, para realizar contratações.

A diretoria confia que Elano será um dos grandes treinadores da história do clube e, quando defende esta tese, gosta de lembrar-se de Lula, técnico da geração vencedora de Pelé que foi revelado na Vila Belmiro. Para eles, o Santos tem tradição em revelar treinadores.

Inicialmente, a cúpula santista aposta na autoridade que Elano possui com o elenco, além de seu conhecimento tático e técnico. Mesmo antes de ser efetivado como auxiliar, no período em que Dorival Júnior comandava a equipe, o ex-meia já trabalha com aconselhamentos e orientações aos jogadores.

E isso não se resume aos atletas mais jovens. Elano já aconselha até os lideres do elenco, casos de Ricardo Oliveira, David Braz, Renato e companhia, ex-companheiros de time do meia, aliás.

Ano passado, por exemplo, Elano chamou Ricardo Oliveira para uma conversa e o aconselhou a se mudar para a Baixada Santista. O centroavante reside em Alphaville, em São Paulo, e sobe e desce a Serra do Mar quase todos os dias.

O hoje técnico disse ao camisa 9 que ele se desgastaria menos fisicamente caso realizasse a mudança. Vale ressaltar que o centroavante viaja no banco do passageiro para os treinos, pois conta com um amigo que trabalha para ele e que sempre dirige o carro.

Além do respeito que possui com o elenco, a diretoria acredita que verá a nova safra de Meninos da Vila ser aproveitada. Com a troca de Dorival Júnior por Levir Culpi, o elenco profissional ficou mais distante das categorias de base.

Levir não costumava acompanhar os jogos e nem os treinos dos "pratas da casa". Uma semana antes de ser demitido, inclusive, ele apareceu em um jogo do sub-17 e causou espanto. A visita ocorreu um dia após ele ser demitido e readmitido pelo presidente Modesto Roma.

O atacante Arthur Gomes é o primeiro que deve ser aproveitado no "Santos de Elano". A revelação santista, agenciada por Neymar pai, foi escalada como titular quando o ex-meia dirigiu o time interinamente. Com o seu retorno à comissão, a cúpula santista lamentou o fato de uma das grandes apostas do clube ter caído no esquecimento com Levir Culpi.

O treinador só o utilizou em quatro jogos, apenas um como titular. Somando os minutos em campo, a promessa não completa dois jogos com a camisa santista. O último jogo de Arthur Gomes ocorreu há pouco mais de três meses, quando ele atuou 15 minutos na vitória do Santos diante da Chapecoense, na Vila Belmiro, no dia 19 de julho. Desde então, ele só conseguiu, no máximo, ser relacionado para os jogos.

Além de Arthur Gomes, a expectativa é que o atacante Yuri Alberto, do time sub 17 do Santos e que defendeu a seleção brasileira recentemente no Mundial da categoria, seja aproveitado nos treinamentos do elenco profissional com Elano. Victor Yan, Lucas Lourenço e Rodrygo são outras promessas na mira do novo treinador. Eles já estão sendo observados há algum tempo e podem ganhar uma chance.