Santos avisa que não pagará por Lucas Lima sem contrato assinado

"O Santos comprou 40% do Internacional e pagou. E agora quem está cobrando a gente é o empresário, só que a gente mandou um contrato para ele e ele não assinou", afirmou Odílio

Comentar
Compartilhar
10 SET 201411h26

A polêmica aquisição de parte dos direitos econômicos do meia Lucas Lima tem se arrastado no Santos. O agente do jogador tem reclamado publicamente pelo clube não ter cumprido um suposto acordo verbal de compra de 40% dos 50% de direito do agente. O presidente Odílio Rodrigues explicou, no entanto, que o clube não se movimentará enquanto Edson Khodor, agente do jogador, não assinar contrato. E não vê motivo para o Internacional acionar o Peixe na Justiça, ao ser indagado sobre a possibilidade durante entrevista à Espn Brasil, na noite desta terça-feira.

“O Internacional não vejo motivo para entrar (na Justiça). O Internacional tinha 50% e o empresário 50%. O Santos combinou de comprar os 40% do Internacional e 40% do empresário. O Santos comprou 40% do Internacional e pagou. E agora quem está cobrando a gente é o empresário, só que a gente mandou um contrato para ele e ele não assinou. E a gente não vai comprar sem assinar o contrato”, avisou Odílio Rodrigues, que quitou a parte da negociação com o clube gaúcho com recursos do grupo de investimento Doyen Sports, parceiro também na compra de Leandro Damião.

Enquanto isso, o jogador garante que todo esse imbróglio não vai afetar seu desempenho em campo.

A polêmica aquisição de parte dos direitos econômicos do meia Lucas Lima tem se arrastado no Santos (Foto: Ivan Storti/SFC)

"Ainda não foi resolvida, mas não tenho pensado nisso. Tenho procurado focar só nisso (campo). Deixo isso com empresário, é ele com o Santos. Tudo vai se resolver logo", disse Lucas Lima, antes de afirmar sua intenção de permanência no Peixe. "Acho que tudo vai se resolver. Quero ficar muito tempo aqui. Era um sonho jogar aqui", contou.