Sampaoli se emociona com goleada: 'jogadores não renunciaram ao ataque por nada'

O argentino que tem por filosofia o futebol ofensivo afirmou que jogos como o de hoje 'emocionam'

Comentar
Compartilhar
04 NOV 2019Por Folhapress19h02
O técnico santista ainda elogiou a partida de Carlos SánchezFoto: Divulgação/Santos FC

O técnico Jorge Sampaoli aprovou com louvor a atuação do Santos na vitória por 4 a 1 sobre o Botafogo na noite deste domingo (3). O argentino que tem por filosofia o futebol ofensivo afirmou que jogos como o de hoje "emocionam".

O Santos abriu 2 a 0 nos primeiros minutos de jogo, depois sofreu o gol em uma bola parada e demorou um pouco para se reencontrar. No segundo tempo, com grande atuação de Marinho e Soteldo, ampliou a vantagem e poderia ter feito ainda mais gols.

"Não conhecia o torneio, tratei de aprender. Estou muito feliz pelo que a equipe fez em 11 meses. Não só pelos pontos, mas pela campanha com jogadores novos, jovens. Fomos primeiro, segundo ou terceiro ano. Por partidas como a de hoje, que emocionam. Equipe poderia ter feito cinco ou seis. Foi muito superior ao rival, não renunciaram ao ataque por nada. Tomara que isso fique marcado com o tempo. Essa equipe representa bem o Santos e a eles mesmos em campo e também a cidade. Esse tipo de jogo é o que nos entusiasma", afirmou em entrevista coletiva.

O técnico santista ainda elogiou a partida de Carlos Sánchez e explicou a importância de ter o uruguaio ao lado de Evandro no meio-campo, apesar de reconhecer que o camisa 25 não fez um bom jogo.

"Jogar com Sánchez e Evandro é jogar com os que constroem no ano, a bola chega, não voltam para buscar. Sánchez fez grande partida, posicionalmente gerou desconforto para João Pedro. Evandro teve complicação, não fez o que esperávamos, mas nos dá a clareza que necessitamos. Custa um pouco a marcação no defensivo, mas controlamos o jogo, nos dão muito ataque e compromisso com a equipe. São fantásticos e importante que estejam juntos e se complementem, que sejam sócios do ataque do Santos", explicou.

O Santos volta a campo nesta quarta-feira, às 21h, quando visita o Avaí, em Santa Catarina, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe é o terceiro colocado do torneio com 58 pontos, oito a mais do que o Grêmio, quinto colocado. O objetivo é ficar no G-4 e garantir vaga direta para a Libertadores de 2020.