Rogério Ceni celebra 1.200 jogos pelo São Paulo no clássico desta quarta-feira

Com o contrato válido até agosto, o goleiro ainda pode enfrentar o rival pelo menos mais uma vez antes de se aposentar

Comentar
Compartilhar
25 MAR 201511h38

Aos 42 anos e na última temporada da carreira, Rogério Ceni ainda tem marcas a alcançar. O clássico contra o Palmeiras será o 1.200.º jogo do goleiro pelo clube e marca um novo encontro do ídolo tricolor contra um dos adversários que mais levaram gols dele.

Rogério Ceni já marcou sete vezes contra o Palmeiras. Junto com o Cruzeiro, o rival paulista é o time que mais foi vazado pelo goleiro. O último gol dele foi no Palestra Itália, estádio que deu lugar à moderna arena palmeirense. Pelo Campeonato Brasileiro de 2008, Ceni converteu um pênalti no empate por 2 a 2. Todas as vezes em que marcou contra o rival, não saiu derrotado.

Com o contrato válido até agosto, o goleiro ainda pode enfrentar o rival pelo menos mais uma vez antes de se aposentar. O São Paulo volta a encarar o Palmeiras, fora de casa, pelo Brasileirão, em partida marcada para 28 de junho.

O clássico contra o Palmeiras será o 1.200.º jogo do goleiro pelo clube (Foto: Djalma Vassão)

Rogério Ceni é o único titular que não tem sido poupado nos últimos jogos do São Paulo. No último domingo, chegou a ser dúvida e só foi confirmado diante do Marília depois de ser submetido a exame horas antes da partida para ver se as dores do quadril lhe impediriam de atuar.

Das boas recordações do goleiro contra o Palmeiras, as principais são dois confrontos pela Copa Libertadores. Em 2005 e 2006, ambas as vezes pelas oitavas de final, Rogério Ceni fez gols de pênalti contra o rival no jogo de volta, no Morumbi, em vitórias que selaram a classificação são-paulina às quartas de final.

Por outro lado, o Palmeiras também foi o algoz do capitão tricolor em outras oportunidades. A de memória mais marcante para o torcedor alviverde é a do Campeonato Paulista de 2008, quando a equipe, então comandada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, derrotou o São Paulo duas vezes. Na primeira fase, o time ganhou por 4 a 1, em Ribeirão Preto (SP), e na semifinal as equipes voltaram a se enfrentar. No jogo de volta, no Palestra Itália, deu Palmeiras com vitória por 2 a 0.

Em toda a carreira, Rogério Ceni já disputou sete partidas no Palestra Itália, com três vitórias, dois empates e três derrotas. Curiosamente, a estreia dele no estádio foi em uma partida com mando do São Paulo, em 1995. Na ocasião, o Morumbi estava em reforma e o time tricolor jogou no estádio do rival na derrota por 2 a 1 para a Portuguesa, pelo Campeonato Paulista.