Ricardo Oliveira lamenta críticas e pede apoio da torcida: 'Na vitória é fácil'

O centroavante, que voltará à equipe no jogo deste sábado, contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro, lamentou a falta de apoio do torcedor durante má fase no Paulistão

Comentar
Compartilhar
24 FEV 2017Por Diário do Litoral16h03
O centroavante Ricardo Oliveira está chateado com as críticas da torcida ao elenco do SantosO centroavante Ricardo Oliveira está chateado com as críticas da torcida ao elenco do SantosFoto: Ricardo Saibun/Santos FC

O centroavante Ricardo Oliveira está chateado com as críticas da torcida ao elenco do Santos neste início de Paulistão. Nos últimos três jogos, foram duas derrotas e um empate sem gols. O capitão da equipe entende a reação do torcedor, mas esperava um apoio no momento difícil.

Na última quinta-feira, conforme publicado pelo Diário do Litoral, um grupo de torcedores invadiu as dependências do CT Rei Pelé e fez cobranças ao elenco e o técnico Dorival Júnior. Ele preferiu não falar sobre a invasão, mas deixou claro a sua indignação com os protestos.

“O que eu não consigo entender é que a minha torcida, conhecendo os jogadores que tem, com o time há dois anos juntos, que tem dado o seu melhor e que nunca deixou de honrar camisa, não esteja do nosso lado. É hoje que eu preciso”, afirmou Ricardo Oliveira.

“A gente só fica chateado porque é o momento de ver o torcedor aplaudindo e gritando, porque é nas dificuldades que vemos quem de fato está do nosso lado. Na vitória é fácil. É no momento de dificuldade que dá para ver quem de fato está ao lado”, completou.

Após estrear nesta temporada na derrota para a Ferroviária, na Vila Belmiro, o jogador foi poupado no empate, por 0 a 0, com o Ituano, mas deve retornar à equipe para o jogo contra o Botafogo-SP, neste sábado, a partir das 17h, em partida válida pela sexta rodada do Estadual.

“Eu me encontro muito forte fisicamente, meus trabalhos são sempre bem feitos. Só deixando bem claro: fiquei fora contra o Ituano porque existia essa programação de jogar um e ficar fora depois. Estou pronto para quando o Dorival optar por mim”, finalizou.

Atualmente na terceira colocação do Grupo D, com sete pontos ganhos, o Peixe está fora da zona de classificação para as quartas de final do Paulistão. O Mirassol é líder, com 13 pontos, e a Ponte Preta, segunda colocada, tem 8. O Audax-SP é o último colocado do grupo, com 4.