Revelação de 2016, Vitor Bueno quer virar protagonista no Santos

Após ser eleito a grande revelação do Brasileiro do último ano, o jogador quer assumir novo papel no clube. Ele chegou até a recusar proposta da Europa

Comentar
Compartilhar
07 FEV 2017Por Diário do Litoral16h17
O meia Vitor Bueno quer novos desafios para este anoFoto: Ivan Storti/Santos FC

Eleito a grande revelação do Brasileiro da última temporada, o meia Vitor Bueno quer novos desafios para este ano. Em meio a um grupo com grandes jogadores, como o volante Renato, o meia Lucas Lima e o centroavante Ricardo Oliveira, o jogador quer assumir a condição de protagonista do Santos nos principais torneios do ano, como a Libertadores da América.

Na competição nacional do ano passado, ele foi o artilheiro do clube. Em 32 partidas, foram 10 gols marcados e três assistências para gol. Em toda a temporada, 51 jogos e 14 tentos. Para este ano, Vitor trocou até o número da camisa. Antes dono da 18, o atleta passou a utilizar a 7, eternizada pelo atacante Robinho, ídolo do clube e que hoje atua pelo Atlético Mineiro.

“A expectativa é a maior possível. Individualmente, eu espero traçar novas metas, conquistar novas coisas. Quem sabe ser um dos protagonistas de 2017. Vou colocar na minha conta pra dar número, mas não sei se vale. Não sou de fazer projeção, mas quero fazer um ano melhor que de 2016”, afirmou o jogador, em entrevista coletiva, nesta terça-feira, no CT Rei Pelé. 

A busca pelo protagonismo de Vitor passa até mesmo por uma recusa do futebol europeu. Por conta do grande desempenho na última temporada, o jogador foi observado por alguns clubes do Velho Continente, dentre eles, o Lille, da França, que chegou a manifestar um interesse. O atleta, de 22 anos, porém, descartou uma saída e disse que pretende fazer história no Peixe.

“Fiquei feliz, é o reconhecimento do meu trabalho. Empresário perguntou se eu queria e eu disse que não. Disse que quero fazer meu nome no Santos, para ser mais valorizado lá na frente. Para quando sair, não penso agora, mas para alguma coisa maior”, completou.