Reservas vão a campo com Ganso, enquanto grupo titular se recupera

Em campo, apenas os reservas realizaram trabalho técnico enquanto o grupo principal fez regeneração física no Reffis.

Comentar
Compartilhar
01 FEV 201310h33

Um dia depois da folga seguinte à derrota de virada por 4 a 3 para o Bolívar, em La Paz, o elenco são-paulino voltou a trabalhar na manhã desta sexta-feira (1º), no CT da Barra Funda.

Em campo, apenas os suplentes realizaram trabalho técnico, com limite de dois toques na bola, sob orientação do auxiliar Éder Bastos. O grupo principal, à exceção do goleiro Rogério Ceni, fez regeneração física no Reffis.

Paulo Henrique Ganso, que não atuou nem um minuto em território boliviano, trabalhou normalmente com os demais reservas. No domingo, ele volta à Vila Belmiro pela primeira vez desde que deixou o Santos de forma polêmica, em setembro do ano passado.

A escalação para o clássico será definida pelo técnico Ney Franco em atividade fechada para a imprensa, na manhã de sábado. A ideia inicial é ir com força máxima, já que o primeiro jogo da fase de grupos da Libertadores será só em 13 de fevereiro, diante do Atlético-MG, fora de casa.

No Campeonato Paulista, o time tricolor soma seis pontos em duas rodadas, tendo dois jogos a menos do que a maioria justamente em razão da fase preliminar do torneio continental, no qual se classificou graças ao placar agregado de 8 a 4.

Ganso treinou no campo do CT Barra Funda junto com os reservas (Foto: Vipcomm)