Renato, Fagner e Love treinam com bola; Jadson “esconde” novo visual

O meia virou desfalque do Corinthians após a inesperada eliminação da Copa Libertadores da América, diante do Guaraní

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201514h38

O Corinthians se reapresentou na manhã desta terça-feira no CT Joaquim Grava, dois dias após o empate sem gols com o Fluminense no Maracanã. O técnico Tite supervisionou um trabalho com bola apenas para os jogadores que não foram aproveitados ou pouco participaram da rodada passada do Campeonato Brasileiro. Entre eles, estavam o meia Renato Augusto, o lateral direito Fagner e o atacante Vagner Love.

Renato Augusto virou desfalque do Corinthians após a inesperada eliminação da Copa Libertadores da América, diante do Guaraní, em função de um trauma na perna esquerda. Tite aproveitou o período de ausência para pedir que o armador aprimorasse a sua forma física e a condição técnica.

Sem Renato Augusto, que deverá voltar a jogar no clássico contra o Palmeiras, no domingo, em Itaquera, o Corinthians havia sobrecarregado Jadson em seu setor criativo. O meia vindo do São Paulo foi desfalque em alguns treinamentos da semana passada por reclamar de dor muscular na coxa esquerda.

Nesta manhã, Jadson também não apareceu em campo para correr com os demais titulares – permaneceu recluso na academia. O jogador chamou a atenção na segunda-feira ao publicar uma fotografia em uma rede social em que aparecia com os cabelos descoloridos, porém ainda não mostrou o seu novo visual no gramado do CT.

Recuperado de trauma na perna, Renato Augusto deverá ser reforço no Derby (Foto: Agência Corinthians)

Quem trabalhou normalmente com Renato Augusto foi Fagner. O lateral direito mostrou estar recuperado da amigdalite que o tirou da partida contra o Fluminense, em que acabou substituído por Edílson, e será mais uma novidade contra o Palmeiras.

Já o centroavante Vagner Love ainda precisará esperar para jogar. Ele está sendo preparado para substituir o peruano Paolo Guerrero, de saída do clube, com reforço nos treinos físicos. Desta vez, ao menos teve a oportunidade de mostrar alguma evolução para Tite na movimentação com bola, em quem deu um abraço apertado.

Emerson também recebeu afeto de Love no decorrer da atividade, da qual participou normalmente. Com contrato até o final de julho, o Sheik ainda não definiu o seu destino profissional.