SEDUC

Real Madrid mantém tabu e bate o rival Atlético por 2 a 0

Como vem sendo comum nos últimos tempos, os merengues venceram com certa tranquilidade

Comentar
Compartilhar
03 DEZ 201212h37

Sem derrotar o Real Madrid desde a temporada 1995/95, o Atlético de Madri prometia desafiar o adversário no sábado (01), já que é o vice-líder do Campeonato Espanhol à frente do rival. No entanto, como vem sendo comum nos últimos tempos, os merengues venceram com certa tranquilidade por 2 a 0 com atuação decisiva de Cristiano Ronaldo.

No Santiago Bernabeu, o português abriu o placar com uma bela cobrança de falta logo aos 15 minutos do primeiro tempo, além de dar a assistência para o alemão Ozil marcar o segundo tento e de acertar duas vezes a trave.
 
O camisa 7 não vinha em boa fase, marcando apenas um gol nos últimos sete jogos, mas se recuperou diante de uma de suas maiores vítimas na Espanha. Desde que chegou ao Real, em 2009, foram oito gols em oito jogos sobre o Atlético. Por outro lado, o colombiano Falcao García, grande destaque do Atlético de Madri, só teve uma oportunidade no começo da partida, mas parou em grande defesa de Casillas.
 
Mesmo com a vitória, porém, o Real Madri segue distante dos rivais locais na tabela. A equipe chegou aos 29 pontos na terceira posição, cinco a menos do que o Atlético e 11 atrás do líder e também rival Barcelona.

Cristiano Ronaldo encerrou jejum de quatro jogos para marcar seu oitavo gol no clássico madrilenho (Foto: AFP)
 
O jogo 
 
O Atlético de Madri começou assustando, com Diego Costa passando por Sergio Ramos pela direita e cruzando rasteiro aos 13 minutos. Falcao apareceu para desviar, mas Casillas fez uma grande defesa para manter o placar zerado.
 
Dois minutos depois, Arda Turán cometeu uma falta boba ao colocar a mão na bola em lance de pouco perigo e Cristiano Ronaldo aproveitou para marcar um belo gol em cobrança direta.
 
A partida seguiu equilibrada e com poucos espaços nos sistemas defensivos, com a próxima chance de destaque só vindo aos 36 minutos, quando foi a vez de Courtois fazer boa defesa em chute de longa distância de Cristiano.
 
O Real Madrid voltou melhor na segunda etapa, levando perigo com chute de fora da área de Cristiano após boa troca de passes. Autor do primeiro gol, o camisa 7 voltou a ser decisivo aos 21 minutos, quando encontrou Ozil na área para o alemão marcar o segundo.
 
O português quase marcou outro gol aos 30 minutos, mas acertou o travessão com chute de média distância. Três minutos depois, a cena se repetiu: no contra-ataque, recebeu de Ozil na área e desviou na trave esquerda de Courtois. Assim, com a intervenção da trave, o Real não passou da vitória por 2 a 0.