Rafael não se pronuncia após falha, mas Léo divide responsabilidades

O camisa 1 do Santos tomou o sexto gol em duas partidas e preferiu sair do estádio Moisés Lucarelli sem se pronunciar

Comentar
Compartilhar
18 FEV 201313h57

Depois de uma saída estabanada do gol aos 47 minutos do segundo tempo, Rafael deu chance para Alemão, seu ex-companheiro na base do Santos, marcar o terceiro gol da Ponte Preta e sacramentar a vitória por 3 a 1. O camisa 1 do Santos tomou o sexto gol em duas partidas e preferiu sair do estádio Moisés Lucarelli sem se pronunciar a respeito da falha.

“Ninguém viu a falta em mim?”, foram as únicas palavras de Rafael na saída do gramado, para demonstrar insatisfação com a arbitragem responsável por lances polêmicos como as expulsões de Neymar e Artur ainda no primeiro tempo. Para proteger o jovem goleiro das críticas, quem se manifestou foi o lateral esquerdo Léo, que voltou a jogar após quatro meses se recuperando de astroscopia no joelho direito.

“O Rafael salvou a gente em várias outras ocasiões, então vamos dividir essa responsabilidade”, garantiu Léo, de volta ao time e em campo durante os 90 minutos em seu primeiro jogo da temporada. “É trabalhar, não adianta ficar buscando culpado, inventando desculpa, isso, aquilo. Tivemos dificuldades em penetração, porque o segundo tempo foi todo nosso, mas eles foram muito mais competentes. Futebol é bola na rede, não é domínio territorial”, explicou o lateral.

Rafael se desculpou, por meio do twitter, pelo erro no terceiro gol da Ponte Preta (Foto: Divulgação/ Santos FC)

O lance polêmico ocorrido aos 46 minutos do primeiro tempo também ganhou os comentários de Léo, que considerou as expulsões de Artur e Neymar injustas, principalmente do camisa 11 santista: “Essas coisas estragam o espetáculo. O torcedor paga para ver um grande jogo, grandes jogadores. O torcedor da Ponte Preta é claro que queria ver o seu time, que está em boa fase, mas também pagou para ver o Neymar e o Santos. O árbitro quis aparecer, não tem jeito”.

No Twitter, Rafael assume falha

Logo após a partida, de cabeça mais fria, o goleiro santista assumiu o erro no terceiro gol da Ponte Preta pela internet: "Peço desculpas aos meus companheiros e a toda torcida pelo meu erro no terceiro gol. A vida é feita de erros e acertos, e hoje eu errei. Agora é continuar trabalhando, domingo tem mais uma batalha, é aprender com os erros, e com eles também crescemos".