X
Esportes

Rafa Marques aprova mudanças com Eduardo e crê em inscrição no Paulista

O atacante de 33 anos afirmou que se vê como “um jogador taticamente muito bom” e elogiou as mudanças que o técnico Eduardo Baptista trouxe para o Palmeiras

Rafael Marques não teve o espaço que esperava no time armado pelo técnico Cuca / Fernando Dantas/Gazeta Press

Rafael Marques nutre a esperança de que estará entre os 28 inscritos para jogar o Paulista. O atacante de 33 anos afirmou que se vê como “um jogador taticamente muito bom” e elogiou as mudanças que o técnico Eduardo Baptista trouxe para o Palmeiras. No entanto, caso não seja relacionado, ele promete respeitar a decisão do treinador.

“Quem define a lista é o Eduardo. Eu sigo trabalhando, pois o elenco é grande, competitivo e de qualidade. Tenho que entender se o Eduardo optar por não me inscrever. Ele acabou de chegar, então é óbvio que não pode querer mudar muito, porque o time vem de um título brasileiro. Estou trabalhando para, se precisar, estar lá”, disse.

O atacante iniciou o ano como reserva no novo esquema 4-1-4-1 do Palmeiras. Ele tem sido acionado no segundo tempo das partidas preparatórias para atuar na linha de quatro meio-campistas. No empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, no domingo, o jogador cometeu o pênalti que levou o rival à igualdade, ao colocar a mão na bola aos 42 minutos do segundo tempo.

Nada que abale a confiança do atacante. “Eu me considero um jogador taticamente muito bom. Sempre foi assim. Em 2016 foi um pouco diferente, talvez por não ter jogado muito. Eu sempre deixei bem claro que sou um jogador que precisa de ritmo. Foi assim quando cheguei em 2015, foi assim no Botafogo”, afirmou.

“Não estou falando que deveria ter jogado mais vezes. Não sou tão rápido como o Róger Guedes e o Vitinho. Agora eu estou me sentindo bem. Conheço o esquema do Eduardo da Turquia e do Japão, então fica fácil assimilar o que ele quer. Tenho de evoluir muito e pegar ritmo de jogo, mas tenho certeza que vai dar tudo certo”, acrescentou.

O atacante pontuou que a forma de trabalho do técnico Cuca não vinha sendo favorável para o desenvolvimento de seu futebol. “O Eduardo e o Cuca têm estilos diferentes. O Eduardo prioriza mais a parte tática, compara-se ao futebol europeu e dá muito valor ao posicionamento, principalmente no dia a dia. Primeiro ele pensa em defender bem e depois atacar”, disse.

Com a lesão do volante Arouca, que passou por cirurgia no fim de semana, as chances de Rafael Marques ser inscrito no Paulista aumentaram. A estreia Verdão está marcada para o próximo domingo, contra o Botafogo-SP, no Palestra Itália.

“Tenho certeza que o Eduardo me dará chances, porque ele me conhece desde 2001. No Japão jogamos muito um contra o outro, quando ele era preparador físico do seu pai, o Nelsinho Baptista. Continuarei trabalhando, não tenho razões para mudar. Foi assim que consegui o respeito de todos”, concluiu.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Nova York tem explosão de casos de covid-19 e governo culpa não vacinados

"Continuamos a ver sinais de alerta de picos de covid neste inverno e, embora a nova variante ômicron ainda não tenha sido detectada no estado de Nova York, ela está chegando", escreveu a governadora

Saúde

Brasil fecha fronteiras para 6 países por conta de nova variante

Variante Ômicron preocupa autoridades sanitárias

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software