X
Esportes

Procuradoria apresenta queixa e acusa Marcelo de fraude fiscal

O lateral é acusado de criar uma estrutura corporativa para esconder os ganhos obtidos pela exploração de seus direitos de imagem

A Procuradoria Provincial de Madri apresentou uma queixa contra o lateral brasileiro Marcelo, do Real Madrid / Associated Press

De acordo com reportagem da agência de notícias "Efe", a Procuradoria Provincial de Madri apresentou uma queixa contra o lateral brasileiro Marcelo, do Real Madrid. O defensor é acusado de fraude de 490.917,70 euros (R$ 1.829.993,91) na sua declaração do imposto de renda de 2013.

O Ministério Público informou a apresentação da queixa pelo possível delito contra a Fazenda da Espanha. Marcelo é acusado de criar uma estrutura corporativa para esconder os ganhos obtidos pela exploração de seus direitos de imagem.

Além disso, as autoridades responsáveis acreditam que Marcelo escondeu nas declarações de 2011, 2012 e 2013 valores ligados aos seus direitos de imagem para buscar um "benefício fiscal ilegal".

Segundo reportagem do jornal espanhol "El País", o jogador concedeu seus direitos de imagem para a empresa uruguaia Consultora Heltry por 70 mil dólares (R$ 221,21 mil). Essa mesma empresa cedeu os direitos de imagem do lateral para a empresa britânica Chatarella Investors Limited por 802.813,00 euros (R$ 2.992.646,02) um ano depois, em acordo válido até junho de 2012.

Depois disso, em acordo de transação datado em 28 de janeiro de 2013, a Heltry repassou os direitos a outra empresa uruguaia chamada Birsen Trade.

"Todas essas estruturas corporativas foram usadas pelo contribuinte para tornar fiscalmente opacos os benefícios derivados da exploração de seus direitos de imagem", diz a queixa.

Segundo o Ministério Público, Marcelo declarou seus rendimentos entre 2007 e 2012 usando regime aplicável aos trabalhadores deslocados para o território espanhol. Uma vez que o escopo temporário terminou, o defensor deveria obedecer as regras gerais da Fazenda local, declarando seus rendimentos globais.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Caso de mulher detida após xingar Bolsonaro será investigado em inquérito, decide Justiça

A decisão acata pedido do Ministério Público Federal (MPF), que apura suposta abordagem indevida e abusiva dos policiais rodoviários federais e policiais federais

Eleições 2022

Após Moro dizer que Lula 'arregou', PT afirma que não dará holofotes a ex-juiz

Em postagem no Twitter, Moro disse que Lula "arregou" ao pedir para o partido desistir por ter "medo das verdades incômodas que iriam surgir"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software