Presidente acusa FIFA de querer prejudicar o Barcelona

Segundo Bartolomeu, “existem evidências importantes de que alguém quer prejudicar o Barcelona. Estamos investigando quem quer causar danos ao clube”, sem revelar o teor das acusações

Comentar
Compartilhar
03 ABR 201416h28

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartolomeu, acusou a Fifa de prejudicar o ”maior clube do mundo” após impedir os catalães de contratarem jogadores no mercado por uma temporada. A decisão é reflexo da negociação do Barça com atletas estrangeiros menores de 18 anos, algo proibido pela entidade.

Segundo Bartolomeu, “existem evidências importantes de que alguém quer prejudicar o Barcelona. Estamos investigando quem quer causar danos ao clube”, sem revelar o teor das acusações.

O Barcelona mantém um centro de treinamento para jovens atletas, de onde saíram Xavi, Iniesta, Messi e inúmeros outros atletas do clube nos últimos anos. Para o cartola, a decisão não afeta o trabalho realizado em La Masia.

“Vamos até o fim em busca de uma resolução deste caso. Nossos advogados informaram que poderemos seguir com o planejamento previsto, então La Masia (como é conhecido o local) não se mexe.”

 Josep Maria Bartolomeu, acusou a Fifa de prejudicar o ”maior clube do mundo” (Foto: Divulgação)

Além de proibir conratações, a Fifa também multou o clube catalão em 450 mil Francos Suícos, valor em torno de R$ 1,15 milhão.