X
Esportes

Possível saída de Mina renderá mais de R$ 11 milhões ao Palmeiras

Na projeção financeira feita para 2018, o Palmeiras já esperava receber R$ 27 milhões da venda do defensor para o clube catalão.

O Palmeiras não espera perder o zagueiro Yerry Mina, 23 anos, agora em janeiro, mas sua iminente saída para o Barcelona vai render para o alviverde 3 milhões de euros (R$ 11,7 milhões) a mais do que o esperado, segundo o jornal espanhol "Sport". / Ronny Santos/Folhapress

O Palmeiras não espera perder o zagueiro Yerry Mina, 23 anos, agora em janeiro, mas sua iminente saída para o Barcelona vai render para o alviverde 3 milhões de euros (R$ 11,7 milhões) a mais do que o esperado, segundo o jornal espanhol "Sport".

Na projeção financeira feita para 2018, o Palmeiras já esperava receber R$ 27 milhões da venda do defensor para o clube catalão.

O valor é referente à cotação da época em que o Barça acertou a prioridade de compra dele, em 2016, por 9 milhões de euros, para levá-lo logo após a Copa-18.

Com a provável antecipação do negócio para o início do ano, contudo, o cofre do clube ficará mais cheio.
O Palmeiras tem 80% dos direitos econômicos do jogador. E o Santa Fe-COL, 20%. O defensor também já se acertou com o clube catalão.

Mina vai assinar um contrato de cinco temporadas com os espanhóis para ganhar 3,7 milhões de euros (R$ 14,4 milhões) por ano.

Ontem, Mina não participou mais uma vez da atividade realizada na Academia. Na sexta-feira (5), o diretor de futebol, Alexandre Mattos, já sinalizou que o defensor quer mesmo se mudar para o clube catalão.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Política

Caso de mulher detida após xingar Bolsonaro será investigado em inquérito, decide Justiça

A decisão acata pedido do Ministério Público Federal (MPF), que apura suposta abordagem indevida e abusiva dos policiais rodoviários federais e policiais federais

Eleições 2022

Após Moro dizer que Lula 'arregou', PT afirma que não dará holofotes a ex-juiz

Em postagem no Twitter, Moro disse que Lula "arregou" ao pedir para o partido desistir por ter "medo das verdades incômodas que iriam surgir"

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software