Por Vargas, superintendente do Santos e empresário vão à Itália

Brasileiros e italianos estariam divergindo sobre o valor envolvido na negociação, que deve ser abatido nas parcelas que o Napoli precisa pagar ao Santos pela transferência de Rafael

Comentar
Compartilhar
17 DEZ 201315h14

Os próximos dias serão decisivos para o Santos bater o martelo e sacramentar mais uma contratação para a temporada 2014. O superintendente de esportes do Alvinegro, André Zanotta, embarcou para a Itália nesta segunda-feira, na companhia do empresário Paulo Affonso, para tentar fechar a contratação do atacante Vargas, que tem seus direitos econômicos presos ao Napoli.

Titular da seleção chilena, o jogador defendeu o Grêmio neste ano, e deve fechar com o Santos por empréstimo. Brasileiros e italianos estariam divergindo sobre o valor envolvido na negociação, que deve ser abatido nas parcelas que o Napoli ainda precisa pagar ao Santos pela transferência do goleiro Rafael.

Apesar de não agenciar o atleta, Paulo Affonso tem bom trânsito entre os clubes italianos, e foi o responsável por intermediar a ida do antigo titular do gol santista para o time de Nápoles.

Contratado pelo Napoli em 2011, Vargas tem contrato com o clube italiano até a metade de 2016. O jogador também estaria na mira do São Paulo, que perdeu a concorrência para o Grêmio no começo deste ano, quando se colocava como o favorito para contar com o futebol do chileno.

Se confirmado, Vargas seria o terceiro reforço santista para a próxima temporada. O clube confirmou, nesta segunda-feira, acordos com o técnico Oswaldo de Oliveira, que estava no Botafogo, e com o centroavante Leandro Damião, ex-Inter.

Vargas chegaria para formar um possível trio de ataque com Leandro Damião e Thiago Ribeiro (Foto: Divulgação)