X

Esportes

Por recuperação após clássico, Santos encara a Ferroviária na Vila

O revés do Santos para o São Paulo, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, ainda ecoa nos arredores do CT Rei Pelé

Gazeta Press

Publicado em 18/02/2017 às 16:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Após derrota para o São Paulo, na última quarta, Santos busca recuperação no Paulista / Ivan Storti/SFC

Ser derrotado nunca é bom. Agora presenciar um rival triunfando no primeiro clássico do ano, ver a queda de vários tabus e ainda perder a invencibilidade na temporada é pior ainda. O revés do Santos para o São Paulo, na última quarta-feira, na Vila Belmiro, ainda ecoa nos arredores do CT Rei Pelé. Porém, como o futebol é bem dinâmico, os santistas poderão apagar a mancha deixada pelo tricolor já neste sábado, às 19h30 (de Brasília), quando encaram a Ferroviária, também no estádio Urbano Caldeira, pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

Além do problema psicológico após a primeira derrota de 2017, o técnico Dorival Júnior também precisa lidar com as dificuldades dentro das quatro linhas. Afinal, os titulares Renato e Vanderlei seguem fora de combate.

Por conta disso, o comandante do alvinegro poderia repetir a formação da equipe que perdeu de virada por 3 a 1 para o São Paulo. Porém, os sete gols sofridos em apenas três partidas escancararam os problemas defensivos e Dorival pode promover mudanças para este sábado.

“A preocupação sempre existe. Quer você tome três ou um (gols). Sempre estaremos preocupados e melhorando. Temos que continuar trabalhando e buscando nossa recuperação, já que quando vencemos, não nos sentimos satisfeitos. Vamos intensificar os trabalhos”, explicou o comandante santista.

A principal alteração será na zaga. O zagueiro Cleber, contratado por R$ 7,4 milhões, irá receber sua primeira oportunidade entre os titulares. O defensor vem se destacando nos treinamentos, mas ainda não estreou oficialmente pelo clube. Com isso, Lucas Veríssimo vai para o banco.

Dorival fechou o último treinamento da semana, no CT Rei Pelé, e não mostrou o provável time que entrará em campo diante da Locomotiva. Porém, o técnico recebeu um reforço de peso para o duelo. O centroavante Ricardo Oliveira também está à disposição e foi inscrito no Paulista. O camisa 9 até pode iniciar a partida como titular, mas como ele ainda não está totalmente com ritmo de jogo, a tendência é que Rodrigão siga no comando de ataque.

Em contrapartida, o treinador do Peixe não contará com o meia Lucas Lima para a partida deste sábado. O camisa 10 ainda sente dores após levar uma pancada no joelho esquerdo durante o clássico contra o São Paulo, na última quarta-feira. Além disso, o local também apresentou luxação. Para preservar o jogador, o departamento médico decidiu vetá-lo para o duelo.

Com seis pontos em três jogos, o Santos ocupa a segunda colocação do grupo D do Campeonato Paulista. O líder é Mirassol, que tem nove e é o único time ainda 100% no torneio estadual. Ponte Preta, também com seis pontos, e Audax, com quatro, completam a chave.

Se o Santos entrará em campo pressionado neste sábado, a Ferroviária jogará com um peso enorme nas costas. Sem nenhuma vitória e com apenas um ponto conquistado em três jogos, o time de Araraquara precisa bater o Peixe para sair da última posição do grupo B.

E a principal novidade da Ferrinha para o duelo contra o alvinegro está no banco de reservas. Após demitir Antônio Picoli na segunda rodada do Paulistão, a diretoria do clube apresentou PC de Oliveira como novo treinador até o fim do torneio estadual.

Araraquarense, ex-jogador da Locomotiva e com carreira vitoriosa dentro do futsal, sendo campeão mundial, em 2008 e dirigindo várias equipes tradicionais da modalidade, PC de Oliveira encara um desafio inédito na carreira: comandar uma equipe de futebol de campo.

“As pessoas podem pensar que eu não tenho nada a perder, já que na teoria, eu tenho minha carreira consolidada como treinador de futsal, mas elas não sabem como é o futuro e o que eu penso da minha vida. É um projeto ousado, ambos resolvemos correr esse risco, pensando na instituição e pensando na cidade. É importante que as pessoas vejam isso, que não estou aqui para perder. Venho para vencer e consolidar este momento entre instituição e cidade”, explicou o novo treinador.

Mesmo que PC de Oliveira consiga fazer um grande trabalho na Ferroviária, ele não permanecerá após o fim do Paulistão. Com a ausência de atividades no calendário do futsal nacional, o treinador comanda a Locomotiva até o término do torneio estadual, em abril. Depois deste período, ele retoma seus compromissos com a seleção brasileira de futsal.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS X FERROVIÁRIA

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 18 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Herman Brumel Vani

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Cleber, Yuri e Zeca; Leandro Donizete, Thiago Maia e Léo Cittadini; Vitor Bueno, Copete e Rodrigão (Ricardo Oliveira).
Técnico: Dorival Júnior

FERROVIÁRIA: Matheus; William Cordeiro, Leandro Amaro, Luan e Léo Veloso; Flávio, Claudinei, Juninho e Alan Mineiro; Capixaba e Elder Santana.
Técnico: PC de Oliveira

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Oportunidade

Praia Grande oferece 50 vagas gratuitas para oficina de fotografia

Inscrições começam na próxima segunda (22), no Palácio das Artes

Guarujá

Teatro Procópio Ferreira tem apresentações gratuitas na quinta (25)

Para complementar e fortalecer a mensagem passada na peça, será entregue um livro com a história encenada e outras atividades

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software