PM suspende principal organizada do Santos de jogo na Vila Belmiro

A polícia ‘descobriu’ a infração por meio das câmeras de segurança presentes na Vila Belmiro

Comentar
Compartilhar
28 MAI 201519h16

Nesta quinta-feira, a Polícia Militar de Santos decidiu suspender a principal torcida organizada do Santos do duelo de domingo, às 11h, contra o Sport, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Sob a alegação de uso de entorpecentes por parte de um membro dos fanáticos na arquibancada do estádio, a PM decretou que faixas, uniformes e instrumentos referentes à Torcida Jovem não poderão entrar no jogo.

A polícia ‘descobriu’ a infração por meio das câmeras de segurança presentes na Vila Belmiro e decidiu suspender a organizada por um jogo. Na ocasião, não foi registrado nenhum Boletim de Ocorrência e ninguém foi retirado do estádio. O uso teria acontecido na segunda rodada do Brasileirão, na partida contra o Cruzeiro, em casa.

A decisão repercutiu imediatamente nas redes sociais. A principal reclamação dos membros da Torcida Jovem é de que “não deram trabalho” à polícia nos jogos contra Corinthians, Palmeiras e São Paulo em 2015. Inclusive na grande final do Campeonato Paulista, contra o Verdão.

Vale lembrar que membros da organizada já se envolveram em outro caso de polícia neste ano. Após o primeiro jogo da decisão estadual, disputado no Allianz Parque, um torcedor palmeirense foi brutalmente espancado por homens com uniformes da torcida santista. À época, a diretoria da entidade repudiou o “desvio de conduta” de alguns membros.

Bandeiras da Torcida Jovem não estarão presentes do duelo contra o Sport, na Vila (Foto: Divulgação/PMS)