Pioneira no esporte, Santos será a capital mundial do surf

Pela primeira vez no Brasil, a Conferência Internacional World Surf City 2014 será sediada no Brasil, em Santos.

Comentar
Compartilhar
21 NOV 201312h21

Durante quatro dias, Santos será a capital mundial do surf. Ela sediará, pela primeira vez no Brasil, a Conferência Internacional World Surf City 2014, que vai reunir, de 8 a 11 de maio de 2014, representantes de 12 países, além de surfistas amadores e profissionais, indústria de surfwear e de turismo esportivo, acadêmicos, empresários do setor e simpatizantes da modalidade.

Em encontro realizado nesta segunda-feira (18), os secretários de Turismo, Luiz Guimarães, e de Esportes, Alcídio de Mello, acertaram com o surfista e professor da modalidade, Francisco (Chico) Araña, o apoio logístico para o evento. Participaram também da reunião Mauro Raposo Jr., coordenador de Turismo Social do Sesc, entidade onde será realizada a conferência, e representante da Coordenadoria de Assuntos Internacionais da prefeitura.

Segundo Araña, representante de Santos na rede mundial de cidades que têm o surf como uma referência, 10 outras localidades de quatro continentes estavam na disputa para sediar a conferência. “Santos conquistou a vaga por seu pioneirismo e tradição nesse esporte”, reconhece o professor, lembrando que a região tem cerca de cinco mil surfistas.

A cidade foi a primeira do país a criar uma escola pública de esportes radicais, em 1992, que nove anos depois recebeu o primeiro deficiente visual e desde 2009 conta com prancha adaptada para cegos, pioneira no país. Além disso, foi na Praia do Gonzaga, em 1934, que o norte-americano Thomas Rittscher Jr. surfou pela primeira vez no Brasil e, cinco anos mais tarde, o santista Osmar Gonçalves, o primeiro brasileiro a surfar no país, fato que também ocorreu na cidade.

Países
O World Surf City Net Work contará com representantes das seguintes cidades, que integram a rede mundial: Arica (Chile), Durban (África do Sul), Ericeira (Portugal), Gold Coast e Newcastle (Austrália), Hossegor (França), Las Palmas (Espanha), New Plymouth (Nova Zelândia), San Sebastian (País Basco) e Montevidéu (Uruguai).