Permanência de Robinho volta a ser prioridade no Santos

Robinho está emprestado ao Santos até agosto deste ano. À princípio, a ideia é prolongar o empréstimo até junho de 2016, data do término do contrato do atacante com o Milan

Comentar
Compartilhar
05 MAI 201513h35

Modesto Roma Jr e Cesar Conforti, presidente e vice do Santos, respectivamente, pretendiam iniciar as conversas com o Milan semana passada, com o intuito de segurar Robinho por mais tempo na Vila Belmiro. No entanto, devido as finais do Campeonato Paulista, o plano foi abortado em cima da hora. Agora, com a taça de campeão garantida e a uma semana da estreia no Campeonato Brasileiro, o foco volta a ser a permanência do camisa 7.

Modesto Roma Jr ainda não divulgou a nova data de embarque, mas ainda esta semana o mandatário deve rumar à Europa. A estadia para tratar com os italianos do dirigente alvinegro será de aproximadamente uma semana.

Robinho está emprestado ao Santos até agosto deste ano. À princípio, a ideia é prolongar o empréstimo até junho de 2016, data do término do contrato do atacante com o Milan, com a condição que o rubro-negro de Milão possa vender seu jogador assim que receber uma proposta oficial e que interesse, sem custos.

Eleito à seleção do estadual, Robinho negocia renovação para prolongar terceira passagem pelo Peixe (Foto: Alex Silva/Estadão Conteúdo)

“Sobre o Robinho, tem uma vantagem muito importante: ele quer ficar no Santos. Isso já é meio caminho andado”, comentou Dagoberto Santos, CEO do Peixe. O problema nisso tudo ainda é a dívida que o clube tem com sua principal estrela. Desde de agosto de 2014, quando retornou ao Peixe, Robinho nunca recebeu direitos de imagem e a dívida já passou os R$ 6 milhões.

O atleta já deixou claro que tem o desejo de permanecer no clube, mas não descarta outra saída caso a situação não seja regularizada. Sua representante já avisou, inclusive, que ele não assina uma renovação se a parte financeira não for normalizada.

No Brasil, o Cruzeiro já admite que tem a intenção de marcar uma reunião com a diretoria santista para saber em quais condições o Rei das Pedaladas pode se transferir. O Flamengo, durante a pré-temporada, também manifestou interesse e craque chegou a admitir que via a possibilidade com bons olhos. Mesmo aos 31 anos, Robinho provou neste Campeonato Paulista que ainda é fundamental ao Peixe e pode ser importante em qualquer time do país.

Ciente de tudo isso e do prejuízo técnico que seria perder seu craque para as disputas do Brasileirão e da Copa do Brasil, principalmente para um rival, o Peixe dará atenção total à partir de agora na missão de garantir Robinho por mais tempo do clube.