Peixe recebe o Figueirense para apagar má impressão do último jogo

Derrota para o Atlético-GO na última rodada deixou os jogadores do Santos com o orgulho ferido

Comentar
Compartilhar
17 NOV 201209h30

O treinador Muricy Ramalho vai aproveitar a ausência de Adriano (vetado, assim como Rafael Galhardo, pelo departamento médico) para aumentar o poder ofensivo do Santos contra o já rebaixado Figueirense, neste sábado (17), às 19h30, na Vila Belmiro, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No lugar do volante entra o argentino Pato Rodríguez para ser o segundo meia-armador, com liberdade para chegar à frente e ajudar André e Neymar. O time precisa da vitória para apagar a má impressão que ficou da derrota de virada diante do lanterna Atlético-GO na rodada passada, após a brilhante atuação na goleada por 4 a 0 contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte.
 
Enquanto a maioria dos jogadores já está com a cabeça nas férias, Neymar vai entrar em campo motivado porque o jogo de hoje será a sua primeira oportunidade para ele dar a volta por cima após ter sido notícia no mundo inteiro pela cobrança bisonha do pênalti no amistoso do Brasil contra a Colômbia, nos Estados Unidos.
 
A partida de hoje também é a oportunidade para Pato Rodríguez justificar a sua contratação. "Acho que ele sentiu um pouco a pressão de jogar num clube da grandeza do Santos", disse Muricy Ramalho.
 
Após servir a seleção brasileira, Neymar está de volta e vai para o jogo (Foto: Divulgação/Santos FC)

Colunas

Contraponto