Parte da arquibancada cede e Santos deve fazer estreia com setor interditado

Estrutura onde fica a torcida Sangue Jovem cedeu e caiu sobre camarotes a beira do gramado. Não há registro de pessoas feridas no acidente

Comentar
Compartilhar
17 JAN 2017Por Diário do Litoral11h10
Parte da arquibancada, onde costuma ficar a torcida organizada Sangue Jovem, cedeu e caiu sobre os camarotesFoto: Divulgação/SantosFC

Os funcionários do Santos tomaram um susto na madrugada do último domingo. Parte da arquibancada da Vila Belmiro, onde costuma ficar a torcida organizada Sangue Jovem – lado oposto ao placar eletrônico –, cedeu e caiu sobre os camarotes que ficam a beira do gramado alvinegro. De acordo com a assessoria do clube, nenhuma pessoa ficou ferida no acidente.

Ainda de acordo com o clube, o local já passava por reformas e uma parte seria demolida para revitalização das arquibancadas. O problema é que a parte que cedeu não fazia parte da demolição e seria mantida intacta em novo projeto. Os serviços de recuperação estão em andamento e a previsão de término das obras, segundo a assessoria, é de 15 dias.

Com isso, a tendência é que, na estreia do Paulistão, contra o Linense, no próximo dia 03, o local esteja interditado, afetando diretamente na disponibilidade de ingressos para a partida. Atualmente, a Vila Belmiro comporta cerca de 16 mil pessoas.

Confira a nota do Santos sobre o acidente:

"No início de janeiro, algumas obras, como de costume, foram iniciadas visando toda a temporada de 2017. Entre estas obras, na semana passada, foi realizada a intervenção e inicio da demolição do corredor de acesso à arquibancada (setor 203) que sustenta o guarda corpo. Na madrugada de domingo, o trecho que ainda restava ser demolido, se desprendeu  danificando a cobertura de policarbonato de três camarotes no setor térreo. Os serviços de recuperação estão em andamento e a previsão de término é de 15 dias".