Para Blatter, Neymar deve sair do Brasil para ganhar a Bola de Ouro

Neymar dificilmente ganhará a Bola de Ouro se continuar no Brasil, avisou o próprio presidente da Fifa

Comentar
Compartilhar
29 NOV 201212h42

 

O atacante Neymar dificilmente ganhará a Bola de Ouro se continuar no futebol  brasileiro. Quem avisou foi o próprio Joseph Blatter, presidente da Fifa, pouco depois de anunciar o espanhol Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o espanhol Andrés Iniesta como os finalistas do prêmio de melhor do mundo de 2012.
 
“Nesta manhã, alguém me perguntou se um jogador precisa atuar na Europa para ter a Bola de Ouro. Falaram do Neymar. Definitivamente, ele é um atleta excepcional. Poderá estar entre os três melhores se for bem com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2014. Pelo clube dele, é mais difícil. Todo o foco está voltado às grandes ligas da Europa. É complicado alguém de fora do futebol europeu entrar na lista”, sentenciou Blatter. “Mas a qualidade do futebol dele é boa”, ressalvou.
 
Neymar ao menos concorre para entrar na seleção dos destaques da temporada, assim como os laterais Daniel Alves e Marcelo e os zagueiros David Luiz e Thiago Silva. O santista ainda tentará vencer pela segunda vez consecutiva o Prêmio Puskas de gol mais bonito do ano. O lance do santista que foi indicado pela Fifa ocorreu na vitória por 3 a 1 sobre o Internacional, na fase de grupos da Copa Libertadores da América.
 
“O Neymar já ganhou o Prêmio Puskas no ano passado e está na disputa de novo. É bom para o futebol brasileiro estar presente no troféu destinado àqueles jogadores mais ousados e com talento para fazer coisas maravilhosas”, enalteceu o ex-atacante Ronaldo. Os concorrentes de Neymar ao Prêmio Puskas serão Miroslav Stoch e Falcao.


 
Agente de imagem de Neymar, Ronaldo gostou de escutar o discurso de Blatter. O ex-jogador e atual membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014 é um ferrenho defensor da transferência de seu cliente para o futebol europeu. O posicionamento já chegou a causar desconforto no Santos.
 
“Para entrar na lista dos três melhores do mundo, o Neymar precisa jogar na Europa ou arrebentar com a Seleção em 2014. Aí, sim, o mundo inteiro vai vê-lo jogar. Ele é protagonista absoluto no Brasil, mas pouco se vê do Neymar na Europa. Sabemos do potencial que ele tem. Só que o resto do planeta ainda não conhece o futebol do Neymar. Por isso é que falei algumas vezes sobre ele ir para o futebol europeu. É o caminho mais curto para ser o melhor do mundo”, indicou Ronaldo.
 

Colunas

Contraponto