Palmeiras permite nova zebra alagoana e cai para o CRB na Copa do Brasil

A exemplo do que fez o Asa, de Arapiraca, em 2002, o CRB eliminou a equipe paulista nesta quarta-feira (9), no Allianz Parque

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2021Por Folhapress21h19
Foto: Reprodução/Site/Palmeiras

Pela segunda vez em sua história, o Palmeiras acabou eliminado da Copa do Brasil na primeira fase que o clube disputou no torneio. Quis o destino que novamente uma equipe alagoana provocasse um vexame do time alviverde.

A exemplo do que fez o Asa, de Arapiraca, em 2002, o CRB eliminou a equipe paulista nesta quarta-feira (9), no Allianz Parque, em partida que valia vaga nas oitavas de final. Após vencer no tempo normal por 1 a 0, os visitantes superaram os donos da casa nos pênaltis, por 4 a 3.

No jogo de ida, o Palmeiras havia vencido por 1 a 0 e tinha a vantagem de atuar por um empate. Mesmo assim, partiu para o ataque, teve o controle total da partida, mas não conseguiu converter nenhum gol após mais de 30 finalizações.

Enquanto isso, o CRB conseguiu balançar as redes com Ewandro, revelado pelo São Paulo, em uma das duas oportunidades que teve na partida.

Antes mesmo de a bola rolar, a partida já causava preocupações para o técnico Abel Ferreira. O time dele foi a campo com uma série de desfalques. Ao todo, nove atletas não estavam à disposição.

Alguns deles também não poderão defender a equipe no clássico com o Corinthians, sábado (12), em jogo pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. São os casos, por exemplo, do uruguaio Viña e do parguaio Gustavo Gómez, pois ambos estarão com suas seleções na Copa América.

O goleiro Weverton é outra baixa para o clássico. Nesta quarta, porém, ele chegou a São Paulo a tempo de ser titular depois de estar com a seleção brasileira no Paraguai, em compromisso pelas Eliminatórias.

Nem a presença do goleiro, contudo, evitou que o CRB saísse à frente no placar no Allianz Parque ainda no primeiro tempo. Aos 5 minutos, Ewandro abriu o marcador após receber a bola nas costas da defesa.

A vantagem dos visitantes se estendeu até o fim do tempo regulamentar, provocando a disputa por pênaltis e evocando nos torcedores do time alviverde a péssima lembrança da Copa do Brasil de 2002, quando o Palmeiras foi eliminado pelo Asa, de Arapiraca.

Naquele ano, a equipe perdeu o jogo de ida, em Alagoas, por 1 a 0. Depois, venceu por 2 a 1, em casa, mas acabou eliminada na primeira fase pelo gol sofrido em São Paulo, que era critério de desempate.

O vexame, até então, tinha sido a única vez que o Palmeiras acabou eliminado na primeira fase que o time disputou em suas 26 participações na Copa do Brasil.

PALMEIRAS
Weverton, Mayke (Marcos Rocha), Luan, Renan e Victor Luis; Felipe Melo (Zé Rafael), Gustavo Scarpa e Raphael Veiga; Rony, Luiz Adriano e Wesley (Breno Lopes). T.: Abel Ferreira

CRB
Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Jean Patrick e Diego Torres; Erik (Calyson), Ewandro (Dudu) e Hyuri. T.: Allan Aal

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Auxiliares: Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
Cartões amarelos: Luan (PAL); Gum, Ewandro e Frazan (CRB)
Gol: Ewandro (CRB), aos 5'/1ºT
Pênaltis convertidos: Willian, Gustavo Scarpa e Victor Luis (PAL); Diego Torres, Hyuri, Carlos Jatobá e Diogo Silva (CRB)
Pênaltis perdidos: Lucas Lima, Breno Lopes, Luiz Adriano e Marcos Rocha (PAL); Guilherme Romão, Reginaldo e Dudu (CRB)