Palmeiras obtém efeito suspensivo, e Jailson fica livre para jogos da semi

Ainda não há data para que o novo julgamento de Jailson aconteça no Pleno do TJD, mas é certo que não será já na próxima sessão do tribunal, na segunda-feira (26)

Comentar
Compartilhar
23 MAR 2018Por Folhapress13h10
Cesar Greco/Agência PalmeirasFoto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

O Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) atendeu a pedido do Palmeiras e concedeu efeito suspensivo à punição do goleiro Jailson, que havia levado um gancho de três jogos na última segunda-feira (19). Desta forma, ele está livre para jogar até que aconteça um novo julgamento, e poderá enfrentar o Santos tanto neste sábado (24), pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Paulista, quando na partida de volta, na terça (27).

Ainda não há data para que o novo julgamento de Jailson aconteça no Pleno do TJD, mas é certo que não será já na próxima sessão do tribunal, na segunda-feira (26). Desta forma, o goleiro está liberado, no mínimo, para as duas partidas da semifinal.

Caso o Palmeiras avance à final, há chance de Jailson também ficar livre para os dois jogos decisivos pelo efeito suspensivo. Como o Pleno do TJD não faz sessões frequentes, é possível que o recurso só seja julgado depois que o Paulista acabar.

Caso o Pleno aprecie o recurso antes disso, porém, o Palmeiras precisará obter uma redução da pena de Jailson para que ele continue liberado. Se os três jogos de gancho forem mantidos e o clube estiver na final, o jogador corre o risco de ter que cumprir a última partida da suspensão na decisão.

Jailson foi suspenso por três jogos por fatos ocorridos no jogo contra o Corinthians, em 24 de fevereiro. Ele recebeu duas partidas de gancho por uma falta em Renê Júnior que resultou em pênalti, e mais uma por declarações contra a arbitragem depois do clássico.

Como já havia cumprido um jogo como suspensão automática na primeira fase, contra o São Caetano, o goleiro teria inicialmente que ficar de fora de mais dois duelos no mata-mata. Ele foi desfalque na goleada por 5 a 0 sobre o Novorizontino, no jogo de volta das quartas de final.