Palmeiras encorpa elenco com cinco do Grêmio e cede ídolo Barcos

Negociação começo na quinta-feira (7) e já teve seu desfecho na sexta (8) e Barcos é o novo contratado do Grêmio.

Comentar
Compartilhar
08 FEV 201316h51

A negociação mais surpreendente da semana começou apenas na quinta-feira (7), mas já teve seu capítulo final no início da tarde desta sexta. Após conversas por telefone com o presidente Fábio Koff e outros membros da diretoria do Grêmio, o Palmeiras acertou a liberação do atacante Barcos, principal artilheiro do clube na última temporada. Além de 2 milhões de dólares (R$ 4 milhões) por 55% dos direitos, o clube gaúcho assumiu todas as dívidas e liberou os seguintes jogadores: Marcelo Moreno, Rondinelly, Leandro, Léo Gago e Vilson.

José Carlos Brunoro, diretor executivo do Verdão, nem pensava na possibilidade de liberar o capitão da equipe após a vitória por 2 a 0 diante do Atlético Sorocaba, na noite passada. No momento em que o Grêmio intensificou os contatos e oficializou a proposta, o clube paulista cedeu por conta de um pedido do próprio capitão, preocupado com a falta de chances na seleção argentina. Ainda na Academia de Futebol, onde o atacante deve recolher seus objetos pessoais no final da tarde, o homem forte do futebol do Verdão finalizou o negócio.

Enquanto o Palmeiras acertava os últimos detalhes do acordo, o técnico Gilson Kleina participava de um programa ao vivo na TV Bandeirantes, onde comentou a surpreendente negociação: “Se você analisar a situação do Palmeiras é viável. Pela emoção não, porque é um ídolo. Estou analisando todos os setores, então tem que ver o que é melhor para o clube. Em dezembro, o Vanderlei (Luxemburgo, técnico do Grêmio) tinha interesse no Barcos, ele já tinha me ligado, como houve uma renovação deve ter sido uma proposta irrecusável. Agora é claro que uma troca dessa, você substituir um ídolo, é difícil, mas vai encorpar nosso grupo”.

O Pirata agora fará sua comemoração tradicional na Arena Grêmio, estádio de seu novo clube (Foto: Divulgação)

Otimista, Gilson Kleina ganha opções para um elenco reduzido do Palmeiras – jogadores dispensados como o zagueiro Leandro Amaro já foram até mesmo reintegrados ao grupo principal por falta de peças. Os cinco ex-gremistas se somam a quatro reforços que a gestão Paulo Nobre/José Carlos Brunoro já havia contratado durante a semana: os volantes Charles e Marcelo Oliveira, trocados por Luan, o meia Ronny e o atacante Kleber. O lateral direito Welder, ex-Corinthians, também deve ser oficializado nas próximas horas.

Contratado no início de 2012 junto à LDU, do Equador, por US$ 4 milhões (cerca de R$7,8 milhões), Barcos marcou 28 gols na temporada e acabou sendo um dos principais jogadores na conquista da Copa do Brasil, sem, no entanto, evitar o rebaixamento para a Série B do Brasileirão. O Palmeiras ainda não pagou a última parcela de sua dívida ao clube equatoriano (R$ 1,4 milhão) e o Grêmio agora assume totalmente o compromisso, bem como o R$ 1,5 milhão devido em direitos de imagem.

Se Barcos vai ao Grêmio para formar dupla de ataque com o chileno Eduardo Vargas na Copa Libertadores, o Verdão não poderá contar com um de seus novos reforços na principal competição do primeiro semestre – o boliviano Marcelo Moreno foi inscrito na pré-Libertadores, justamente contra a LDU, e não poderá defender o Verdão na fase de grupos. Menos badalados, também chegas na próxima semana à Academia de Futebol o contestado zagueiro Vilson, as promessas Leandro, por empréstimo, e Rondinelly, e o volante Léo Gago.

Marcelo Moreno, Rondinelly, Léo Gago, Leandro e Vilson aceitaram jogar no Palmeiras e estão certos para 2013 (Montagem sobre fotos de divulgação)