Palmeiras anuncia que desistiu de contratar Jorge Sampaoli

Sem Alexandre Mattos, demitido junto com Mano Menezes, o presidente alviverde Maurício Galiotte conduzia o plano de contratar Sampaoli.

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 2019Por Folhapress20h04
Jorge Sampaoli enquanto ainda era treinador da Argentina.Foto: Reprodução/Facebook

O Palmeiras encerrou as negociações com o técnico argentino Jorge Sampaoli, 59, ex-Santos. A informação foi confirmada através da assessoria de imprensa do clube alviverde na tarde deste sábado (14).

O argentino, que deixou o Santos nesta semana, era o preferido dos palmeirenses para assumir a vaga de Mano Menezes, 57, demitido no último dia 1º. 

Sem Alexandre Mattos, demitido junto com Mano Menezes, o presidente alviverde Maurício Galiotte conduzia o plano de contratar Sampaoli, antes mesmo de o técnico deixar o Santos.

Dirigente e técnico se reuniram em um hotel na quinta-feira (12) no Rio de Janeiro. O técnico, na ocasião, gostou das condições de trabalho oferecidas. O custo mensal para ter o argentino seria de R$ 2 milhões, entre salário dele e dos auxiliares.

O Palmeiras fez uma contraproposta e deu ultimato para Sampaoli responder até este sábado. O argentino, assim, o fez, mas não aceitou o que o clube ofereceu.

O recuo do Palmeiras simboliza um novo momento do clube, que nos últimos anos, com a parceira Crefisa, não economizou para reforçar o seu elenco. Segundo estudo da EY que analisou os balanços dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro no ano passado, o time paulista foi quem mais gastou com o departamento de futebol: R$ 516 milhões. O Corinthians, segundo colocado, gastou R$ 377 milhões e o Flamengo, terceiro, R$ 367 milhões.