Palmeiras alterna batedores de pênaltis para confundir goleiros

Após duas cobranças seguidas desperdiçadas no Campeonato Brasileiro, o Verdão teve um novo batedor contra o Bahia, no domingo

Comentar
Compartilhar
21 JUN 2017Por Gazeta Press19h30

O Palmeiras vive uma relação de amor e ódio com os pênaltis a seu favor no Campeonato Brasileiro. Após o lateral-direito Jean, antes batedor oficial, perder uma cobrança no clássico contra o São Paulo, que empataria o jogo no Morumbi (terminado com vitória por 2 a 0 do Tricolor), o Verdão passou a alterar seus cobradores, tudo para surpreender os goleiros adversários.

“Quem vai cobrar o pênalti depende muito da confiança. Contra o Bahia foi o Guedes, no outro o Willian… O Borja já bateu, eu cobro, o Zé Roberto também… É ótimo mudar porque os goleiros acabam estudando, vendo os últimos pênaltis, e acabam entendendo mais o jeito que cada um bate. É bom alterar a característica das cobranças”, disse o polivalente Jean.

Após duas cobranças seguidas desperdiçadas no Campeonato Brasileiro, o Verdão teve um novo batedor contra o Bahia, no domingo. Após pênalti sofrido por Keno, Róger Guedes pegou a bola, conversou com Jean, se mostrou confiante, e converteu a oportunidade.

“Nós temos grandes batedores. O Róger vem numa fase boa, fazendo partidas boas e gols. Eu perguntei se estava confiante para bater, e ele disse que estava. Se o Barcelona que é o Barcelona fica mudando os batedores, aqui não vai ser diferente. No ano passado, até neste ano também, saíam os pênaltis e nós fechávamos e conversávamos ali”, completou o camisa 2.

Além de Jean, Willian desperdiçou uma penalidade contra o Atlético-MG, no empate sem gols no Palestra Itália. Antes, Borja já havia chutado para fora um pênalti na vitória por 3 a 2 contra o Peñarol, pela Copa Libertadores, também na Arena alviverde. Já no Brasileirão, o colombiano converteu a chance contra o Vasco, em goleada por 4 a 0 na primeira rodada.

Ao final dos treinamentos do Palmeiras, já virou rotina ver Róger Guedes praticando cobranças de pênaltis e faltas, às vezes acompanhado de outros atletas. O atacante retomou seu bom futebol desde o retorno de Cuca ao Verdão e foi titular em todas as partidas sob o comando do treinador em sua segunda passagem.

Com Jean, Róger Guedes e Borja, o Palmeiras entra em capo nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Atlético-GO, no Palestra Itália. O Verdão busca sua segunda vitória consecutiva no torneio e, para o jogo, 25 mil ingressos já foram vendidos.