Oswaldo se preocupa com desgaste e cogita escalar Rildo na semifinal

O departamento clínico do clube realiza as avaliações todos os dias, e a esperança do técnico do Peixe é ter uma resposta positiva no sábado

Comentar
Compartilhar
28 MAR 201413h28

O técnico Oswaldo de Oliveira tem a intenção de repetir na semifinal a escalação usada pelo Santos nas quartas, mas o desgaste do time pode fazer o comandante mudar a formação. Os titulares fizeram apenas uma atividade regenerativa na manhã desta sexta-feira, e o treinador explicou que pode acionar Rildo contra o Penapolense caso um dos jogadores ofensivos não se recupere.

“Ainda estou examinando só a situação do Rildo, que não jogou na última partida porque ainda tem vínculo com a Ponte. É um jogador que tenho gostado muito, mas, por outro lado, gosto dos outros quatro também. Estou exercitando isso, porque o Rildo está descansado”, comentou.

Na manhã desta sexta, os reservas disputaram um coletivo no CT Rei Pelé. Enquanto isso, os dez atletas de linha que iniciaram o confronto contra a Ponte Preta só correram ao redor do gramado. Oswaldo está atento aos exames de desgastes dos atletas, principalmente nos casos de Cícero, Leandro Damião e Geuvânio, que apresentaram oscilação nos resultados. Os testes clínicos de Thiago Ribeiro também apontaram cansaço, mas com menos preocupação se comparado aos outros três.

O departamento clínico do Santos realiza as avaliações todos os dias, e a esperança de Oswaldo é ter uma resposta positiva no sábado. O jogo contra o Penapolense está agendado para domingo, às 16 horas (de Brasília), na Vila Belmiro.

Rildo é principal alternativa de Oswaldo caso um dos titulares do setor ofensivo não se recupere de lesão (Foto: Divulgação/SFC)

“Os jogadores estão em fase de recuperação e seguimos acompanhando. Se por acaso encontrarmos alguém que não tenha se recuperado e o Rildo possa fazer a função, vou usá-lo. Do contrário, serão os mesmos que iniciaram contra a Ponte”, completou.

Assim, com Rildo de sobreaviso, o Santos terá a seguinte escalação em caso de liberação total dos titulares: Aranha, Cicinho, Neto, David Braz e Mena; Arouca, Cícero e Geuvânio; Gabriel, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.