Orquestra do Arsenal abafa som do Borussia e mantém ponta no Grupo F

Sensação da temporada, o time inglês venceu por 1 a 0, em pleno Signal Iduna Park, na Alemanha

Comentar
Compartilhar
06 NOV 201320h02

Na tarde desta quarta-feira, a música clássica do Arsenal conseguiu abafar o heavy-metal do Borussia Dortmund. Sensação da temporada, o time inglês venceu por 1 a 0, em pleno Signal Iduna Park, e manteve a liderança do Grupo F da Liga dos Campeões da Europa.

O triunfo no interior da Alemanha fez os Gunners segurarem a ponta da chave e chegarem aos nove pontos. No próximo dia 26, os comandados do técnico Arsène Wenger receberão o Olympique de Marselha, em jogo que poderá confirmar a classificação para os mata-matas da competição continental.

Já a equipe de Dortmund, que não conseguiu implantar o grande barulho do heavy-metal pedido pelo técnico Jürgen Klopp, deixou a zona de classificação para as oitavas de final, já que o Napoli venceu os franceses por 3 a 2. Com seis pontos, os comandados de Klopp voltarão a atuar diante da “muralha amarela”, desta vez contra os próprios italianos.

O jogo

o Borussia Dortmund tem o melhor ataque do Campeonato Alemão, e o Arsenal, o segundo melhor do Inglês. No entanto, o primeiro tempo não teve muitas chances de gol, já que os dois times fizeram jogo extremamente truncado no meio-de-campo.

Aos três minutos, o centroavante Robert Lewandowski recebeu bola na entrada da área e arriscou o chute, mas foi travado pelo zagueiro Per Mertesacker, que afastou o perigo. Aos 16, o defensor Neven Subotic respondeu, aproveitando confusão na área a adversária, mas mandando a bola para fora.

Aaron Ramsey, do Arsenal, marca gol diante do Borussia Dortmund, durante partida válida pelo grupo F da Liga dos Campeões (Foto: Associated Press)

Já nos dez minutos finais, o meia Henrikh Mkhitaryan foi acionado por Kuba e bateu tirando do goleiro, mas viu a bola tirar tinta da trave. Aos poucos, a equipe alemã foi recuando, mas não foi incomodada pelos ingleses, que se movimentavam, mas não conseguiam sequência nas jogadas.

De volta para a etapa complementar, os comandados de Klopp demonstraram mais ímpeto ofensivo, que deu resposta já aos quatro minutos. Após cruzamento, o armador Marco Reus cabeceou para o canto direito do goleiro Szczesny, que caiu bem e espalmou.

Dois minutos depois, Reus se aproveitou de rebote de Szczesny e mandou para o fundo da rede, fazendo os fanáticos torcedores do Borussia explodirem, mas lamentou a marcação de impedimento da arbitragem. O estádio entristeceu ainda mais quando os mandantes foram severamente punidos.

Quando o relógio marcava 16 minutos, o meio-campista Aaron Ramsey, que havia acabado de entrar, não perdoou bobeira defensiva e cabeceou para abrir o placar. Ramsey é o artilheiro dos Gunners na Premier League, com seis tentos marcados.

Após o gol, a partida ficou totalmente aberta, com muitas chances para os dois lados. Reus furou boa oportunidade de empatar, e, em compensação, o arqueiro Weidenfeller e o meia Sahin salvaram o Borussia de sofrer o segundo tento. Mertesacker ainda teve mais uma chance, mas o marcador terminou assim.

Higuaín brilha

Em Nápoles, na Itália, o centroavante argentino Gonzalo Higuaín marcou dois gols na vitória do Napoli sobre o Olympique de Marselha, por 3 a 2. Os franceses até esboçaram reação, mas não evitaram o quarto revés no torneio.