O que importa agora? Werley cutuca Guerrero e lembra choro de Elias

Após a eliminação corintiana para o arquirrival Palmeiras, em Itaquera, o peruano minimizou o revés e menosprezou os finalistas do Estadual

Comentar
Compartilhar
14 MAI 201517h37

Guerrero não entrou em campo na semifinal do Campeonato Paulista por ter contraído dengue, mas, após a eliminação corintiana para o arquirrival Palmeiras, em Itaquera, após a disputa por pênaltis, o peruano minimizou o revés e menosprezou os finalistas do Estadual.

"O mais importante é que estamos classificados para as oitavas de final da Libertadores. A prioridade era a Libertadores, coisas grandes, gostamos de coisas maiores, não disso. Deixa para o Santos e o Palmeiras se matarem por isso", disse, à época, o camisa 9.

Em meio a decisão, os jogadores do Peixe evitaram polemizar. Agora, no entanto, como a taça do Paulista garantida e a queda do Timão no torneio continental, o Werley resolveu resgatar o assunto.

"Nós, jogadores, queremos ganhar tudo. O Paulista não se torna importante para quem perde. Porque quando se ganha, tem todo o valor. Quando perde querem dar uma desculpa de que não vale nada. Mas não tem que dar resposta ao Guerrero. Estamos preocupados em ser campeões", disse o santista.

"Eles desvalorizaram o Paulista porque foram eliminados, mas com certeza queriam estar na final. O Elias saiu chorando (após a queda para o Palmeiras). Não estamos preocupados. Cada um foca onde acha melhor. Ganhamos. Agora tem mais duas competições. Sobre o Corinthians, quem tem que responder é o Guerrero", concluiu.

Werley rebateu as provocações de Guerrero (Foto: Divulgação/Santos FC)

Quando questionado se o Santos é a maior força do Estado nesse momento, Werley adotou um discurso mais brando e evitou cair no oba-oba.

"Não sei. Quem tem que analisar são vocês (jornalistas). No começo do ano, vocês analisaram e o Santos era a quarta força. Ninguém falava do Santos. É até ruim para a gente falar disso. Fomos campeões, sabemos nosso objetivo, vamos trabalhar da mesma maneira", avisou o atleta.

Com a vitória em cima do Maringá, na quarta, o Peixe avançou à terceira fase da Copa do Brasil e vai encarar o Sport de Recife. Pelo Campeonato Brasileiro, o alvinegro praiano recebe o Cruzeiro, neste domingo, pela 2º rodada.