X
Esportes

'O Palmeiras não tem Mundial por minha culpa', diz ex-goleiro Marcos

O ex-atleta se culpou por uma das derrotas mais marcantes do Verdão, para o Manchester United, em 1999

Marcos voltou a admitir a falha na partida contra os ingleses no Japão / Divulgação/SE Palmeiras

Um dos pontos mais marcantes do ex-goleiro Marcos é a sinceridade. Nesta sexta-feira (23), mais uma vez, o pentacampeão mundial deu uma amostra do perfil carismático que encantou, principalmente, palmeirenses.

Em entrevista ao canal do Youtube Desimpedidos, o agora mestre cervejeiro se culpou por uma das derrotas mais marcantes do Palmeiras, para o Manchester United, em 1999, e ainda criticou a obsessão recente do clube para valorizar a conquista da Copa Rio de 1951.

Durante a conversa publicada pelo canal Desimpedidos, no Youtube, Marcos voltou a admitir a falha na partida contra os ingleses no Japão. O gol da vitória por 1 a 0, que deu o título do Copa Intercontinental ao Manchester, saiu após o ex-goleiro errar o corte de um cruzamento e o irlandês Roy Keane aproveitar a sobra.

"Eu estava bem demais em 1999, mas sabe como é goleiro, né? Disputei o Mundial de Clubes e a Copa do Mundo. Copa é tão tensa quanto, mas é importante que tem sete jogos, três no mínimo. Se você falha no primeiro, tem o segundo para fazer algo. O Mundial era um jogo. Errei bem ali, e o Palmeiras não tem Mundial por minha causa mesmo", lamentou o eterno camisa 12 palestrino em bate-papo bem-humorado.

Sobre as conquistas internacionais com a camisa palmeirense, obviamente Marcos colocou no alto o título de 1999 da Copa Libertadores. A classificação para a final de 2000, depois de superar o Corinthians na semifinal com direito a defesa do pênalti de Marcelinho Carioca, também é recordada com carinho.

O goleiro apenas se mostra reticente em relação à Copa Rio de 1951. Embora reitere a posição do clube de considerar o título com o peso de um Mundial de Clubes, Marcos criticou a obsessão recente para valorizar a conquista.

"Eu até considero [a Copa Rio 1951 um Mundial], mas acho assim: o Palmeiras foi atrás disso depois de o Corinthians ganhar lá no Japão. Tinha que ter corrido atrás disso lá em 1990. Ao invés de comemorar o Mundial de 1951, vai lá no Japão e ganha que é mais justo", declarou Marcos.

O goleiro ainda reiterou o sentimento de culpa. "Fiquei mal para caramba. Agora que o Corinthians é campeão do mundo, fico ainda mais. Até então o pessoal não zoava tanto, agora ficou pior. Só o São Paulo e o Santos tinham Mundial, o Corinthians, não. Nós, como palmeirenses, falávamos que era o time sem passaporte e que venceu o torneio de verão [Mundial de 2000]", concluiu Marcão.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Santos

Telhado do Clube Atlético Santista desaba e atinge funcionários; vídeo

Três pessoas se feriram no acidente. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros

Cotidiano

Praia Grande recebe quarta edição do Meeting Arq Experience

Evento, que este ano tem entrada social, reúne grande nomes da arquitetura nacional abordando temas como marketing, empreendedorismo, sustentabilidade e inclusão

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software