Neymar revela intimidação e pede mais diálogo

Rotulado como 'cai-cai', Neymar revelou ter sofrido intimidação de um árbitro duranto um jogo neste Brasileirão

Comentar
Compartilhar
02 NOV 201217h21

O Campeonato Brasileiro deste ano, talvez, seja o mais polêmico entre todas as edições em relação a arbitragem. Erros, falta de critério e interferências do Tribunal têm ofuscado um pouco o campo e bola e, além disso, motivado reclamações exacerbadas de jogadores, técnicos e dirigentes.

Rotulado como ‘cai-cai’ por muitos e recém alvo do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa de um suposto pisão em Pará, durante a partida entre Grêmio e Santos, Neymar revelou ter sofrido intimidação de um árbitro durante um jogo neste Brasileirão.
 
“Errar é humano, todos sabem disso, independentemente se é arbitro ou jogador. Mas numa partida, há pouco tempo, eu estava com a bola indo para cima do adversário, tentando driblar, e o juiz falou mais de uma vez: ‘fica em pé, fica em pé, toquei a bola’. Eu falei: ‘Por que você está falando isso pra mim?’”, revelou Neymar, sem citar em qual partida a discussão aconteceu.
 
“Eu não acho certo, querendo ou não ele está prejudicando, me intimando pra não ir pra cima, que se eu cair não vai dar nada. Não tem necessidade disso acontecer. Não falei isso para ninguém, estou falando agora, fico chateado”, comentou o craque, pregando o diálogo como uma maneira de melhorar o futebol.
 
Neymar sofre muitas vezes por ter fama de simular demais nas partidas (Foto: Ricardo Saibun)
 
“Tem árbitros que são durões, querem demonstrar poder, não te dão bola quando você fala com ele. Futebol é muito diálogo, independente do árbitro, torcida, se não tiver diálogo não dá, até entre homem e mulher não vai acertar nunca, conversar em campo pode melhorar muito tudo isso”, finalizou.

Colunas

Contraponto