Neymar reclama de violência e pede desculpas à torcida

Na comemoração da 100ª partida do atacante, Atlético-GO vence.

Comentar
Compartilhar
11 NOV 201212h38

O atacante Neymar completou, ontem, sua centésima partida em Campeonatos Brasileiros. Para apoiar seu ídolo e capitão na celebração desta marca, a torcida santista da cidade do Gama marcou presença no Bezerrão, mas voltou para casa sem ver um único gol do camisa 11.

Pelo contrário, acabou conferindo a uma vitória do Atlético-GO, por 2 a 1, em partida válida pela 35ª rodada da competição.

“É ruim perder, a gente não gosta, mas é futebol, essas coisas acontecem. O que não acontece é tomar chute na cabeça, pontapé sem bola, aí a gente não pode aturar. Tem que ver”, protestou Neymar, antes de agradecer à torcida que compareceu ao Bezerrão: “Eles estão de parabéns pelo carinho, mas infelizmente eu não consegui dar a vitória para eles e para o Santos”.
 
Neymar reclamou de violência em campo, mas levou um cartão amarelo (Foto: Ivan Storti)