Na súmula, árbitro aponta Neymar como responsável por confusão

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira relatou “chute” e “tapas” do camisa 11 do Peixe contra o adversário

Comentar
Compartilhar
18 FEV 201317h22

O atacante Neymar foi expulso no final do primeiro tempo da derrota do Santos para a Ponte Preta por se estranhar com o lateral direito do time campineiro, Artur, que também levou o cartão vermelho. Na súmula da partida, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira relatou “chute” e “tapas” do camisa 11 do Peixe contra o adversário, fato que pode resultar em uma possível denúncia do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP).

“Expulsei aos 47 minutos de jogo, o jogador de nº 11 da equipe do Santos FC, sr. Neymar da Silva Santos Jr., por haver, após a marcação de uma falta contra sua equipe, deferido um chute entre as pernas de seu adversário de nº 2, sr. José Artur Barbosa de Oliveira”, diz o relato do juiz, apontando Neymar como o responsável pelo início da confusão.

O árbitro continuou a explicação do cartão vermelho aplicado contra o craque santista, em outro trecho da súmula. “Cumpre-me informar que, após ser segurado pelo rosto o referido jogador, desfere dois tapas no braço deste adversário. Antes de deixar o campo de jogo, o jogador referido retira a sua camisa. Saliento que fui informado sobre os fatos da expulsão pelo AAAD1 sr. Rodrigo Braguetto”, completou Oliveira.

Neymar, que irá cumprir a suspensão automática no duelo contra o XV de Piracicaba, no próximo domingo, na Vila Belmiro, poderá ser denunciado pela procuradoria do TJD-SP por agressão. O mesmo pode ocorrer com Artur, jogador da Ponte.

Neymar poderá ser denunciado pela procuradoria do TJD-SP por agressão (Foto: Reprodução)