Muricy vê pressão por Miralles aumentar com má fase de André

Apesar da má fase, é provável que o técnico do Santos o mantenha entre os titulares diante do Ituano, pelo Campeonato Paulista.

Comentar
Compartilhar
29 JAN 201316h55

A má fase do centroavante André está fazendo a torcida do Santos perder a paciência com o jogador. Desta forma, o técnico Muricy Ramalho vê a pressão aumentar pela entrada do argentino Miralles no ataque, na vaga de André. Mas, apesar do bom rendimento de Miralles, o mais provável é que o treinador mantenha o camisa 9 entre os titulares, diante do Ituano, na próxima quarta-feira, às 22 horas, no Estádio Novelli Júnior.

André está sem balançar as redes há dez jogos. O seu último gol foi na vitória santista sobre o Botafogo, por 2 a 0, no dia 10 de outubro, no Engenhão, pelo último Campeonato Brasileiro. De lá para cá, o rendimento do centroavante tem deixado margem para questionamento.

Além disso, André enfrenta problemas físicos. O próprio Muricy já cobrou publicamente uma melhora nesse sentido. O atacante tem trabalhado à parte com o preparador físico Ricardo Rosa durante os treinamentos para tentar melhorar a sua forma física.

“Sou técnico de um time e não de um ou dois jogadores. Então, eu tenho que ter calma com relação ao momento do jogador. Temos o ano todo pela frente e não posso desistir do cara agora. Se cada um que não estiver bem eu for desistindo, estou perdido. Ele tem brigado bastante, mas precisa fazer gols para permanecer no time”, disse Muricy Ramalho.

Sem marcar há dez jogos, desde o dia 10 de outubro, o atacante André vem sofrendo críticas da torcida santista. (Foto: Ricardo Saibun/ Santos FC)

Se por um lado André não atravessa uma de suas melhores fases, o argentino tem correspondido quando o comandante lhe dá chances, no decorrer dos jogos. Só neste ano, Miralles marcou três gols - contra Grêmio-SP, em amistoso; São Bernardo e Botafogo-SP, pelo Paulistão. Fora isso, o reserva alvinegro ainda entrou no segundo tempo da partida contra o Bragantino e sofreu o pênalti, convertido por Neymar, nos minutos finais, que deu o empate à equipe praiana no último domingo, no Estádio Nabi Abi Chedid.

Porém, com o 'voto de confiança' dado para André, Muricy elogiou Miralles, mas ainda segue cauteloso sobre a disputa pela titularidade. “O Miralles não é um homem de referência no ataque, como o André. Ele é um jogador que cai pelos lados, se movimenta bastante. O Miralles é um atleta muito inteligente, que trabalha muito e o dia que tiver a oportunidade (como titular) vai ter que entrar muito bem”, concluiu.