Muricy garante que Kardec será titular no São Paulo

O treinador ainda não sabe, porém, quem sai do time para o atacante ser testado. A dúvida deverá ser tirada durante a semana de trabalho em Orlando, EUA

Comentar
Compartilhar
16 JUN 201420h00

Mesmo com Paulo Henrique Ganso, Alexandre Pato e Luis Fabiano no setor ofensivo do São Paulo, ainda assim há espaço para Alan Kardec. Nesta segunda-feira, o técnico Muricy Ramalho garantiu que o ex-jogador do Palmeiras será titular da equipe tricolor. De acordo com ele, não faria sentido deixar um jogador tão caro no banco.

"Ele joga. Nossa filosofia, como foi com o Pato, é que não tem cabimento não colocar pra jogar depois de fazer o investimento que fizemos", afirmou Muricy, garantindo a escalação de Kardec no amistoso contra o Orlando City. A delegação tricolor está desde domingo nos EUA e o atacante, que ainda não pode disputar partidas oficiais, porque a janela internacional de transferências está fechada, pode atuar normalmente no amistoso.

"Tem de colocar para ele sentir a camisa, buscar entrosamento, sentir o grupo. Nesse amistoso ele joga. Depois, a filosofia é de competição saudável entre eles. E eles sabem que o mínimo detalhe faz diferença para mim, principalmente em jogo. Sempre a gente acha que o melhor joga. O Kardec com certeza joga para sentir o time", explicou.

Muricy garantiu que Alan Kardec será titular (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

Muricy ainda não sabe, porém, quem sai do time para Alan Kardec ser testado. A dúvida deverá ser tirada durante a semana de trabalho em Orlando. São seis peças (os quatro titulares, Kardec e Ademilson) para quatro posições.

"Só alguns jogadores têm posição fixa, como o Osvaldo pela esquerda. Ele acha que é melhor lá, vai muito para o fundo do campo. Mas o Kardec e o Pato, por exemplo, não podem ficar o tempo todo abertos. Eles podem dividir a função com o Luis, que é o que mais necessitamos. O Pato pode jogar pela esquerda também, ou atrás na armação. Temos várias opções, estamos bem servidos. Tem o Ademilson também para o lado direito", explicou.