Muricy elogia Emerson, mas demonstra preocupação com jogador

Com o veterano ala Léo vetado, o jovem atleta levou a melhor sobre Guilherme Santos e foi escalado na vitória sobre o Atlético Sorocaba

Comentar
Compartilhar
11 MAR 201316h32

Campeão da última Copa São Paulo de Juniores, o lateral esquerdo Emerson Palmieri voltou a ganhar uma chance entre os profissionais do Santos. Com o veterano ala Léo vetado, por conta de problemas musculares, o jovem atleta levou a melhor sobre Guilherme Santos e foi escalado na vitória sobre o Atlético Sorocaba, no último domingo, no Estádio Walter Ribeiro. De maneira geral, o técnico Muricy Ramalho gostou da exibição e elogiou o jogador.

“Ele esteve um pouco amarrado no primeiro tempo. No intervalo, eu falei para ele se soltar mais. Acho que ele foi bem no final, marcou muito bem pelo lado dele, apesar de estar um pouco cansado”, disse Muricy, que por outro lado, revelou a sua preocupação quanto às lesões que atrapalharam o crescimento de Emerson Palmieri nos últimos tempos.

“Contra o Sorocaba, ele sentiu câimbra (na coxa esquerda), o que é natural, pois ficou um tempo sem atuar. Mas é um jogador que nós, do Santos, temos muita esperança nele. O problema é que ele nunca está pronto, está sempre machucado. É necessário ter paciência. Ele precisa ter uma sequência e nós vamos tentar fazer isso com ele”, ponderou o treinador.

Emerson recebeu elogios de Muricy Ramalho, mas precisa de uma sequência de jogos, segundo o treinador (Foto: Ricardo Saibun/ SFC)

O lateral, que completa 19 anos na próxima quarta-feira, já teve oportunidades no elenco principal, anteriormente. No começo do ano passado, em virtude da participação do Peixe no Mundial de Clubes da Fifa, no fim de 2011, no Japão, os titulares ficaram de fora das primeiras rodadas do último Paulistão e Emerson Palmieri teve uma sequência de quatro jogos como titular. Porém, o novato não se firmou e acabou retornando para o sub-20.

No início deste ano, com lesões musculares, Palmieri só retornou na reta final da Copinha e se destacou, o que levou até mesmo conselheiros do clube praiano a cobrarem Muricy Ramalho, pedindo novas chances ao garoto na equipe principal.

Com passagens pela Seleção Brasileira de base, Emerson Palmieri é tido como uma das maiores promessas para o futuro do time alvinegro, principalmente pelo fato de o experiente Léo estar perto da aposentadoria. O dono da camisa 3 do Santos, que tem 37 anos de idade, tem contrato até o fim da temporada e deve se aposentar após o término do seu vínculo.