Montillo revela pacto entre santistas por vitórias nos últimos jogos

Apesar de não terem nenhuma motivação aparente, os santistas desejam terminar de maneira “digna” o ano

Comentar
Compartilhar
25 NOV 201312h30

Posicionado no meio da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o Santos não luta por mais nada na competição. A equipe comandada por Claudinei Oliveira não tem chances de se classificar para a Copa Libertadores, nem corre o risco de rebaixamento. Apesar de não terem nenhuma motivação aparente, os santistas desejam terminar de maneira “digna” o ano.

“É sempre bom ganhar. Colocamos como objetivo vencer as três últimas partidas. Agora vamos trabalhar para derrotar o Atlético-PR”, disse o meia Montillo depois da vitória contra o Fluminense, neste domingo, em Presidente Prudente.

Depois de enfrentar o Furacão, em partida que será disputada na cidade de Rio Preto, o Santos encerrará sua participação no Brasileirão diante do Goiás, no estádio Serra Dourada.

Caso vença as duas últimas partidas sob o comando de Claudinei Oliveira – que deixará o comando da equipe no fim de 2013 -, o Santos chegará aos 57 pontos e superará a campanha do time de 2010, a melhor da Era Neymar, quando o Peixe somou 56 pontos.

Meia Montillo, contratado no início deste ano, é, ao lado de Cícero, o principal jogador do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)