Modesto revela ligação de Aidar e planeja cargo para Oliveira

Artilheiro do Santos na temporada com oito gols, o camisa 9 deve assinar uma novo vínculo com o clube com vigência até dezembro de 2017

Comentar
Compartilhar
11 ABR 201513h06

A novela sobre a renovação contratual de Ricardo Oliveira com o Santos ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira. As negociações já se arrastam há mais de um mês e, depois do CEO do clube Dagoberto Santos garantir que até esta sexta-feira tudo estaria resolvida, o presidente Modesto Roma Jr admitiu que nada está definido ainda.

“Olha, não tenho dúvida (que vai acertar). Mas lembra o que prometi? Está quando está. Eu conto quando estiver assinado”, avisou o mandatário alvinegro.

Questionado sobre o risco de ver o São Paulo atravessar a negociação e levar o centroavante para o Morumbi, Modesto revelou que conversou com o presidente são-paulino e garantiu que não existe possibilidade do rival atrapalhar as tratativas santistas com seu atacante.

“Hoje, um amigo meu ligou, dizendo que não foi procurar o Ricardo. É Carlos Miguel esse amigo. Conhecendo ele como eu conheço há muito tempo, tinha certeza que ele não faria nada”, explicou.

Ricardo Oliveira, artilheiro do Santos na temporada, ainda não acertou sua renovação com o Peixe (Foto: Divulgação/SFC)

Artilheiro do Santos na temporada com oito gols, o camisa 9 deve assinar uma novo vínculo com o clube com vigência até dezembro de 2017. Prestes a completar 35 anos, Ricardo Oliveira ainda precisa acertar as bases salariais para, enfim, fechar o acordo.

E, apesar de garantir que não pensa em aposentadoria, a diretoria santista confirmou que pretende seguir contando com o atleta após o encerramento de sua carreira profissional no futebol.

“É uma tradição do Santos. Temos Clodoaldo, Aloisio Guerreiro, jogadores e jogadores o dia todo. O Juary, o Lima, o Marcelo Fernandes, Serginho, Edinho. É tradição ter ex-atletas aqui dentro. Esses têm vida eterna dentro do glorioso alvinegro praiano”, finalizou Modesto Roma Jr.