Mistão do Peixe bate o Londrina de novo e avança na Copa do Brasil

Agora, o Santos pensa exclusivamente no clássico contra o São Paulo, marcado para às 18h30 do próximo domingo, na Vila Belmiro

Comentar
Compartilhar
15 ABR 201521h29

Recheado de reservas, o Santos passou sufoco no primeiro tempo, quando contou com o travessão e com Cicinho, que salvou uma bola em cima da linha, para descer para o vestiário com o empate sem gols. Porém, com uma nova postura na segunda etapa, o Peixe chegou ao seu gol com Elano, após cobrança de escanteio, e apenas administrou o restante da partida contra o Londrina para confirmar a vaga na segunda fase da Copa do Brasil, já que também venceu o primeiro duelo, no Paraná, por 1 a 0.

O resultado conquistado na noite desta quarta-feira, diante de um bom público no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, credenciou o Peixe a encarar o Maringá na sequência da competição nacional. O adversário, mais um paranaense, se classificou nesta quarta-feira com a derrota por 3 a 1 para o Madureira, no Rio de Janeiro. O gol fora de casa foi determinante para a classificação da equipe que, em casa, bateu os cariocas por 2 a 0.

Agora, o Santos pensa exclusivamente no clássico contra o São Paulo, marcado para às 18h30 do próximo domingo, na Vila Belmiro. O confronto vale vaga na decisão do Campeonato Paulista.

A sequência do Londrina não é diferente. Depois de bater o Coritiba por 1 a 0 no último fim de semana, o Tubarão, atual campeão estadual, visita o Coxa Branca neste domingo, no estádio Couto Pereira, de olho em uma vaga na final do Campeonato Paranaense.

Londrina melhor

O jogo entre Santos e Londrina atraiu o público de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, em São Paulo, que compareceu em bom número estádio Martins Pereira. Com o apoio das arquibancadas, o Peixe entrou em campo apenas com quatro titulares: Vladimir, Gustavo Henrique, Valencia e Lucas Lima.

No entanto, logo no primeiro lance após o apito inicial do árbitro, o jovem zagueiro do Peixe fez uma falta dura e, além de receber cartão amarelo, sentiu o músculo posterior da coxa e precisou ser substituído. Paulo Ricardo, mais um revelado pelas categorias de base do alvinegro praiano, foi chamado imediatamente.

Durante toda a primeira etapa, o Santos deteve mais a bola em seu domínio, mas não conseguia aprofundar e finalizar. Tão exigido em Londrina, o goleiro Vitor, do Tubarão, passou os primeiros 45 minutos sem praticar uma única defesa.

Marquinhos Gabriel se movimentou bastante, mas errou muitos passes e Gabriel não conseguia se desvencilhar da marcação. Elano chegou a aparecer com frequência nos primeiros minutos, pela ponta direita, mas, aos poucos, foi ‘sumindo’ do jogo.

Por outro lado, o Londrina desceu para os vestiários lamentando não ter aberto o placar.

Vladimir salvou o Santos duas vezes, primeiro em chute de fora da área de Germano e depois em bela jogada bela direita do atacante Arthur.

Após os 40 minutos, a pressão do time paranaense aumentou e só não se concretizou em gol porque Cicinho salvou o Peixe. Após confusão na área em cobrança de escanteio, o zagueiro Dirceu bateu firme e o lateral afastou, em cima da linha, com a cabeça.

No lance seguinte, outro escanteio e desta vez o travessão livrou o time da Vila Belmiro de levar o primeiro gol.

Peixe vai pra cima

Na segunda etapa, Marcelo Fernandes não alterou a escalação, mas mexeu na postura da equipe. O Peixe partiu para cima e foi premiado com um gol logo aos 4 minutos.

Lucas Lima cobrou aberto, pela esquerda, e Elano, completamente sozinho, nem precisou saltar para cabecear no ângulo e abrir o placar.

Mesmo depois de abrir vantagem, o Santos seguiu no ataque e chegou em boas condições de marcar com Marquinhos Gabriel e Paulo Ricardo em duas chances claras em menos de dois minutos.

O Londrina passou a jogar mais exposto, tentando apostar nos contra-ataques, mas dando muito espaço ao time santista. Bom para o torcedor, que passou a acompanhar um jogo mais aberto e empolgante.

O Londrina ainda chegou a assustar em bolas paradas, mas Vladimir pouco trabalhou na etapa complementar. O Santos passou a apenas administrar sua vantagem e diminuiu o ritmo, já que teria de levar três gols para ser eliminado.

Desta forma, o duelo em São José dos Campos terminou mais uma vez com a vitória magra do Peixe, assim como no primeiro confronto entre as duas equipes, garantindo a vaga aos paulistas na Copa do Brasil.­­

Elano marcou o gol da classificação (Foto: MarcosBEzerra/Futura Press)

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 X 0 LONDRINA

Local: estádio Martins Pereira, em São José dos Campos (SP)

Data: 15 de abril de 2015, quarta-feira

Horário: 19h30

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG-CBF-1)

Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO-CBF-1) e João Patricio de Araujo (GO-CBF-1)

GOL:

SANTOS: Elano, aos 4 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: SANTOS: Gustavo Henrique, Lucas Lima. LONDRINA: Jhon, Wéverton, Dirceu, Diogo Roque, Kanu, Sílvio


Renda: R$ 523.440,00

Público: 11. 134 pagantes

SANTOS: Vladimir, Cicinho, Werley, Gustavo Henrique (Paulo Ricardo) e Zeca; Valencia, Lucas Otávio, Elano (Geuvânio) e Lucas Lima; Marquinhos Gabriel e Gabriel (Leandrinho).

Técnico: Marcelo Fernandes



LONDRINA : Vítor; Lucas Ramon (Jhon), Dirceu, Sílvio e Lino; Germano (Léo Maringá), Diogo Roque e Rone Dias; Wéverton, Paulinho (Kanu) e Arthur

Técnico: Cláudio Tencati