Miranda pede organização para conter “ataque muito rápido” da França

Pilar da defesa do Atlético de Madrid, ele é companheiro do francês Antoine Griezmann. Além disso, enfrenta Karim Benzema, do Real Madrid

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201515h08

O poderio ofensivo francês gera preocupação na Seleção Brasileira. A dois dias do duelo a ser disputado no Stade de France, em Paris, o zagueiro Miranda alerta para a agilidade e a criatividade dos atacantes que possivelmente terá que marcar no amistoso. No ataque, o técnico Dunga optou por Roberto Firmino para a vaga de Diego Tardelli.

“É um ataque de muita qualidade e muito rápido. Precisamos ter uma defesa muito bem organizada para não sermos surpreendidos”, avisa o defensor, acostumado a enfrentar parte dos adversários no futebol espanhol.

Pilar da defesa do Atlético de Madrid, Miranda é companheiro do francês Antoine Griezmann. Além disso, enfrenta Karim Benzema em cada dérbi de Madri disputado no futebol espanhol.

“Benzema é um grande jogador e, na seleção da França, joga ainda melhor do que no Real Madrid. Será um grande duelo”, opina. “Fico feliz em estar marcando esses grandes jogadores porque assim posso mostrar meu potencial.”

Gerando preocupação na defesa canarinho, Benzema deve ser a principal arma francesa no amistoso desta quinta-feira. Ele provavelmente aparecerá com a camisa 9 em campo às 17 horas (de Brasília), pronto para desafiar Miranda e cia.

Zagueiro alerta para qualidades do ataque francês que desafia a defesa canarinho nesta quinta-feira (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)