Michael Phelps revela frustração após resultados ruins em Charlotte

Neste final de semana, o dono de 18 medalhas de ouro em Olimpíadas não conquistou sequer uma medalha no Grande Prêmio de Charlotte, nos Estados Unidos

Comentar
Compartilhar
18 MAI 201516h08

Maior campeão da história dos Jogos Olímpicos, o nadador Michael Phelps vive um dos momentos mais delicados em sua carreira. Após ser afastado das piscinas por ter sido pego dirigindo embriagado, o norte-americano vem tendo dificuldades para conquistar bons resultados nos torneios de alto nível.

Neste final de semana, o dono de 18 medalhas de ouro em Olimpíadas não conquistou sequer uma medalha no Grande Prêmio de Charlotte, nos Estados Unidos. “É frustrante”, disse Phelps, que segue tentando adquirir a melhor forma para conseguir uma vaga nos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro.

Conhecido como o “Tubarão de Baltimore”, o nadador de 29 anos não obteve sucesso em sua tentativa de chegar às finais “A” dos 200m medley e dos 100m livre. Depois do fracasso, Phelps lamentou não ter conseguido disputar medalha com os melhores atletas da modalidade.

 Phelps lamentou não ter conseguido disputar medalha com os melhores atletas da modalidade (Foto: Divulgação)

“O que mais quero é competir, preciso competir. Quero fazê-lo com Ryan (Lochte) e todos esses caras. É frustrante não conseguir por pouco”, afirmou Michael Phelps.
Antes, na sexta-feira, já havia fracassado em sua tentativa de chegar à final dos 200m livre e foi apenas o sétimo na decisão dos 200m borboleta no sábado. Por outro lado, Ryan Lochte, aos 30 anos, venceu os 200m medley com a terceira melhor marca da temporada (1min57s20).

O Brasil saiu do Grande Prêmio de Charlotte com quatro medalhas. No revezamento 4x100m livre, o País terminou com a prata. Ainda na sexta-feira, Felipe Lima faturou o bronze nos 100m peito. Na noite de sábado, Cesar Cielo ficou com o segundo lugar nos 50m livre, mas levou o ouro nos 50m borboleta.