Mexicanos elogiam Holanda, mas avisam: “não são invencíveis”

Os atletas, que fizeram mais um treino fechado, exaltam o coletivo do time europeu e evitam falar de Robben ou qualquer outro jogador individualmente

Comentar
Compartilhar
26 JUN 201417h47

Os poucos jogadores mexicanos que atenderam a imprensa na zona mista desta quinta-feira, no CT Rei Pelé, em Santos, foram bombardeados por perguntas sobre a Holanda e seu poderio ofensivo. Além de Van Persie, existe uma preocupação muito grande com o ponta Robben, que tem dado show em todos os jogos.

Os mexicanos, que fizeram mais um treino fechado, exaltam o coletivo do time europeu e evitam falar de Robben ou qualquer outro jogador individualmente.

“Não temos de nos importar com um só jogador. É um time. São jogadores conhecidos, bons e de qualidade. Vamos fazer de tudo, temos confiança no que estamos fazendo individualmente e coletivamente. Vamos jogar para ganhar”, avisou o goleiro Guillermo Ochoa, destaque da seleção no empate contra o Brasil.

O México treinou hoje no CT Rei Pelé (Foto: Tiago Salazar/DL)

Peralta foi outro a destacar a força da seleção mexicana para o confronto, minimizando o favoritismo da Holanda para o duelo de domingo, no Castelão, em Fortaleza, as 13 horas.

“São jogadores de muita qualidade, mas não são invencíveis. Sabemos que podemos ganhar e vamos trabalhar em equipe. Estamos muito unidos, dentro de campo e fora também, convencidos do que queremos”, afirmou o atacante.

O México faz mais um trabalho técnico nesta sexta-feira pela manhã e as 13 horas parte para Fortaleza, local da partida que vale vaga nas quartas de final da Copa do Mundo.