Messi confirma favoritismo e leva o tetra inédito da Bola de Ouro

Atacante é eleito, pela quarta vez consecutiva o melhor jogador do mundo. Cristiano Ronaldo ficou em segundo e Iniesta em terceiro.

Comentar
Compartilhar
07 JAN 201317h38

Lionel Messi deu mais um passo para superar Pelé. Isto porque, na tarde desta segunda-feira, no Kongresshaus, em Zurique (Suíça), o atacante confirmou o seu favoritismo e foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa, através do prêmio Bola de Ouro, pela quarta vez, fato inédito na história do futebol. Completando o ‘pódio’, Cristiano Ronaldo foi o segundo, e Iniesta, o terceiro.

A entidade máxima do futebol mundial preferiu os títulos individuais do argentino, que, em 2012, superou Gerd Müller no recorde de mais gols marcados em um mesmo ano. O ‘baixo’ número de títulos do Barcelona, que conquistou ‘apenas’ a Copa do Rei da Espanha, foi deixado de lado, superando o Campeonato Espanhol faturado pelo Real Madrid, de Cristiano Ronaldo.

Horas antes de receber a Bola de Ouro pela quarta vez, Messi, em coletiva de imprensa, reconheceu que o ano que passou não foi o melhor de sua carreira, em mais um episódio ‘humilde’ de sua história. “Eu não acho que este foi o melhor ano da minha carreira. Nos anos passados nós (Barcelona) conquistamos mais títulos, que são mais importantes”, explicou.

“Eu não acho que este foi o melhor ano da minha carreira. Nos anos passados nós (Barcelona) conquistamos mais títulos, que são mais importantes”, explicou.  (Foto: AFP)

Depois que subiu ao palco do Kongresshaus, Messi, que foi aplaudido de pé por boa parte do público presente, comemorou. "É incrível receber este prêmio. Desta vez, quero dividi-lo com o meu companheiro Andrés (Iniesta). É um prazer jogar do seu lado. Quero agradecer os jogadores do Barcelona e da seleção da Argentina e os meus técnicos", declarou.

Messi também não se esqueceu do seu filho, Thiago Messi, que nasceu no dia 2 de novembro de 2012. De acordo com o camisa 10 culé, este foi o melhor prêmio que ele poderia ganhar. "Quero agradecer minha família, meus amigos, minha esposa e meu filho, a coisa mais linda que Deus me deu", emocionou-se, antes de revelar que estava "nervoso".