X

Esportes

Mesmo condenado por estupro, Robinho circula normalmente por Santos e Região

Ex-jogador divide seu tempo entre 20 imóveis e joga futebol e futevôlei

Do UOL com Folhapress

Publicado em 01/07/2023 às 14:47

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O ex-atleta profissional Robinho / Reprodução/Facebook/Robinho

Em evidência desde que foi condenado a 9 anos de prisão por estupro na Itália, Robinho possui situação financeira tranquila. E divide seu tempo entre 20 imóveis de sua propriedade na Baixada Santista. 

Em consulta a cartórios da região, a coluna constatou que o ex-jogador do Milan possui duas dezenas de imóveis em seu nome ou de sua família, todos eles entre Santos, São Vicente e Guarujá, além de 8 veículos, metade deles em nome de sua empresa.

O apartamento onde Robinho permanece a maior parte do tempo, perto do Canal 6, em Santos, tem valor de escritura de R$ 4 milhões, quantia gasta pelo jogador para comprá-lo, em 2014. É nele que o ex-jogador fica quando está na cidade.

Nos últimos meses, Robinho tem frequentado a cidade em partidas de futevôlei no Canal 3.

Ainda em Santos, Robinho também vai a pagodes com amigos, joga futebol no bairro da Ponta da Praia, e também passa parte do tempo na cidade vizinha, São Vicente, onde cresceu.

Ainda em Santos, Robinho possui mais 15 imóveis, em seu nome ou no de seu pai, entre apartamentos, casas e escritura de garagens. O restante de suas propriedades fica no Guarujá, onde possui uma mansão no bairro de classe alta Jardim Acapulco, e é onde Robinho costuma estar quando não está em Santos.

O ex-atleta considera o apartamento no Canal 6, em Santos, como seu refúgio para o dia a dia, por estar mais próximo dos amigos que moram na região. Já a mansão no Guarujá é onde ele costuma ir para descansar e passar períodos de lazer, pois possui rede de futevôlei, piscina e outras atividades no local.

Os três imóveis de Robinho no Acapulco estão em nome de seu pai foram adquiridos entre 2006 e 2009 por R$ 4,8 milhões. O valor atualizado, por outro lado, é muito maior. É possível encontrar mansões na mesma rua que valem até R$ 17 milhões. O ex-jogador também possui uma casa em São Vicente, adquirida em 2004 por R$ 24 mil.

Robinho ainda tem alguns carros na Baixada Santista: uma Toyota Hilux, uma van Iveco Daily, um Audi A3, um Toyota Corolla, uma Chevrolet Montana, um Jeep Renegade, um Crossfox VW e um Fusca 1300, seu xodó, com quem costuma ser visto passeando pelas ruas de Santos.

Robinho não tem problemas financeiros. O jogador possui economias, principalmente após a passagem pelo futebol chinês — ele ainda jogou por Real Madrid, Manchester City e dois clubes da Turquia —, e tem dinheiro aplicado em investimentos. Um amigo do ex-atacante disse ao UOL que, sem cometer loucuras, "tem dinheiro para ele, os filhos e os netos".

O UOL tentou contato com a defesa de Robinho para ver se gostaria de comentar as informações, mas não teve resposta. A matéria será atualizada caso queira se manifestar.

*As informações contidas neste texto são do colunista do UOL, Diego Garcia

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

'Há sobras de caixa para investirmos em Cultura', diz Presidente da Petrobrás

Ele ainda comentou, que desde o inicio do governo Lula estão sendo pensado projetos que já somam R$ 150 milhões investidos pelo patrocínio da Petrobras

Nacional

Desmatamento na Amazônia cai 60% em janeiro deste ano

Com 40% de perdas, Roraima lidera ranking dos que mais desmataram

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter